Siga-nos

Agenda

Praia fluvial de Monsaraz abre a 10 junho

A praia fluvial de Monsaraz foi inaugurada em 2017 e todos os anos recebeu a bandeira azul. Em 2019, foi atribuído à praia o primeiro prémio da Praia + Acessível, no âmbito do programa “Praia Acessível – Praia para Todos”.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Devido à pandemia de covid-19, o Município de Reguengos de Monsaraz decidiu não abrir no verão as piscinas municipais da cidade e optou pela implementação de melhores condições de segurança e de conforto para os banhistas na praia fluvial.

“A abertura da época balnear na praia fluvial de Monsaraz vai acontecer no dia 10 de junho.”

A autarquia vai colocar uma camada de areia mais fina em toda a praia e está a analisar a criação de novas zonas de sombreamento e para guarda-sóis.

A praia de Monsaraz terá as bandeiras verdes, amarelas e vermelhas que vão indicar a ocupação da praia, haverá uma zona de isolamento e vão ser cumpridas todas as regras de segurança definidas pelo Ministério do Ambiente e pela Direção-Geral da Saúde.

A câmara municipal não vai instalar este ano a piscina flutuante e não será permitido o estacionamento de viaturas fora do parque delimitado.

O galardão é conferido desde 2005 pelo Instituto Nacional para a Reabilitação, pela Agência Portuguesa do Ambiente e pelo Turismo de Portugal às zonas balneares que se destacam pelas condições de acessibilidade, segurança, autonomia, conforto e independência que proporcionam às pessoas com mobilidade condicionada.

Assim, a praia de Monsaraz tem a bandeira azul, a bandeira de Praia Acessível e a classificação de Praia Saudável por ter as devidas normas de segurança e de qualidade do ambiente.

A praia tem 150 metros de extensão, uma torre de vigilância e posto para os nadadores salvadores, posto médico com desfibrilhador automático externo, duches públicos, cadeiras anfíbias, rampas de acesso à água para utilizadores com dificuldades de mobilidade e estacionamento para 500 lugares, incluindo para veículos de pessoas com mobilidade reduzida.

A zona da praia dispõe também de um espaço relvado adjacente ao estacionamento que faz a ligação ao areal. Neste relvado há sombreamentos e o areal tem toldos, para além das árvores existentes no local.

Os veraneantes podem ainda usufruir das infraestruturas do Centro Náutico de Monsaraz, nomeadamente um bar/restaurante, parque infantil, zona de merendas, ancoradouro e rampa para acesso dos barcos à água.

Na praia há também espaços para venda de artigos de praia, bebidas, comida rápida e gelados e os operadores disponibilizam passeios de barco e desportos náuticos.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Agenda

Associações culturais de Montemor-o-Novo ‘matam’ fome de cultura.

Iniciativa decorre até 19 deste mês de setembro.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: Alma D'Arame

Alma d’Arame e Oficinas do Convento retomaram a atividade cultural

“ReToma, duas associações unem-se em prol da cultura para evento único”

  • 41 eventos culturais acontecem durante oito dias em Montemor o-Novo;
  • Teatro, música, cinema, exposições e workshops são algumas das atividades que o publico vai encontrar no ReToma;

As Associações de âmbito cultural Alma d’Arame e Oficinas do Convento retomaram a atividade cultural com uma iniciativa conjunta a que deram o nome de “ReToma”.

Trata-se de um evento único, de carácter multidisciplinar, que entre os dias 10 e 19 de setembro está a invadir a cidade de Montemor o-Novo com um conjunto de espetáculos performativos nas áreas do teatro, cinema, performances, concertos, exposições e workshops.

Neste evento, o público é convidado a circular por Montemor-o-Novo e assistir aos espetáculos ao ar livre, em jardins, mercados, ruas ou pátios que dão palco a esta iniciativa.

«ReToma, queremos com este nome transmitir a ideia de fazer acontecer, mostrar que ultrapassamos os constrangimentos recentes, transversais a toda a sociedade, e que por isso estamos aqui, mais fortes do que nunca para fazer acontecer», afirma Tiago Fróis, Director Artístico do Oficinas do Convento.

Amândio Anastácio, diretor artístico da Alma d’Arame, afirma por sua vez «As duas associações têm propósitos distintos, mas partilham também muito em comum para além do espaço de Montemor-o-Novo onde coabitam, têm vontade de fazer e ir mais além.

Por isso preparamos um conjunto de performances artísticas, de várias áreas, que vão proporcionar ao público que vier assistir, uma experiência ímpar, rica e esperemos que satisfatória para saciar a “fome” de cultura dos últimos meses».

Veja AQUI a programação. Veja AQUI filme de espetáculo já realizado.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!