Últimas:
Portugal não comprou 800 mil vacinas a que tinha direito – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Portugal não comprou 800 mil vacinas a que tinha direito

Governo diz que já tem vacinas suficientes compradas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Governo adquiriu menos 800 mil doses, mas diz que as que tem são suficientes para imunizar a população portuguesa.

” Governo optou por não comprar vacinas da Moderna “

Com esta decisão estas doses ficam disponíveis para serem adquiridas por outros Estados-membros da União Europeia.

Em Portugal os profissionais de saúde foram os primeiros a ser vacinados, ainda no final do ano passado e, entretanto, já começaram a receber as segundas doses da vacina da Pfizer.

A vacinação dos profissionais de saúde do setor privado arrancou a 14 de janeiro, um dia depois da chegada das primeiras doses da Moderna (8.400).

O Governo está também comprometido em terminar a vacinação nos lares no final da próxima semana.

Saúde

Odemira recua no desconfinamento. Grândola e Sines estão em alerta.

Veja a lista completa do desconfinamento

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

“Dez concelhos recuam, quatro recuperam”

Lisboa e Braga são as duas capitais de distrito entre os 10 concelhos que recuam no desconfinamento entre eles Odemira.

Quatro recuperaram, mas há 20 sob alerta das autoridades entre os quais estão Grândola e Sines.

Há 10 concelhos que, devido às altas incidências de casos positivos de infeção por SARS-CoV-2, não acompanham a generalidade do país e recuam no desconfinamento:

  • Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Lisboa, Loulé, Odemira, Sertã, Sintra e Sesimbra (com 480 casos por 100 mil habitantes a duas semanas).

Há 20 concelhos que ficam sob alerta:

  • Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Setúbal, Seixal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!