Últimas:
Porto de Sines recebe navio tanque movido a Gás – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Últimas

Porto de Sines recebe navio tanque movido a Gás

O navio tem um comprimento total de 250 metros e cerca de 44 metros de largura, apresentando um calado máximo de 15,1 metros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Porto de Sines recebeu ontem, dia 26 de abril, o navio “Eagle Brasília”, um dual-fuel Aframax, que tem a particularidade de ser movido a GNL – Gás Natural Liquefeito.

“Com efeito, é muito rara a utilização deste combustível em navios tanque, nomeadamente no que respeita aos navios que transportam produtos petrolíferos.  “

Nesta viagem, o navio “Eagle Brasília”, proveniente do porto de Sullom Voe, no Reino Unido, atracou no Terminal de Granéis Líquidos para proceder à descarga 100 mil toneladas de crude para a refinaria de Sines.

A utilização do gás natural como energia de transição para energias renováveis, por ter menor impacto no meio ambiente, tem sido apontada como uma alternativa e já hoje é o combustível utilizado por alguns dos novos navios, desde os RoRo-Pax (ferries), a navios de contentores passando pelos navios tanque.

Recorde-se que Sines foi recentemente palco do primeiro abastecimento de combustível de bancas a navios, utilizando GNL (na modalidade TTS – Truck to ship), efetuado em Portugal Continental, o que atesta a capacidade desta infraestrutura portuária para garantir este tipo de operações. Também em Sines está localizado o único terminal do país preparado para movimentar Gás Natural Liquefeito.

 

Justiça

Juiz Ivo Rosa levanta arresto da propriedade da ex mulher de Sócrates, em Montemor o Novo.

Em causa o Monte das Margaridas propriedade de Sofia Fava.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arresto levantado ao Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo.

” Operação Marquês “

No despacho instrutório, proferido na sexta-feira, o juiz Ivo Rosa ordenou o levantamento imediato do arresto de vários bens imóveis dos arguidos, designadamente o Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo, adquirido pela ex-mulher de Sócrates Sofia Fava.

“Tendo em conta a decisão de não pronúncia relativamente aos crimes ora em causa, quanto aos saldos bancários apreendidos e bens imóveis arrestados, verifica-se que não existem indícios que as quantias e bens imóveis em causa são produto dos crimes de corrupção passiva de titular de cargo político imputados ao arguido José Sócrates”, lê-se no despacho.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!