Últimas:
Ponte de Sor com Internet gratuita no concelho – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Tecnologia

Ponte de Sor com Internet gratuita no concelho

95% do concelho tem fibra ótica

Publicado

em

Acesso gratuito à Internet alargado

“concelho de Ponte de Sor”

A Câmara Municipal de Ponte de Sor associou-se à iniciativa WiFi4EU e implementou acesso gratuito à internet nas zonas exteriores de diversos locais do concelho.

A iniciativa WiFi4EU tem como objetivo proporcionar acesso à Internet de alta qualidade a residentes e visitantes locais nos principais centros de vida da comunidade local, contribuindo para a redução da exclusão digital e para o aumento do acesso aos serviços públicos online que melhoram a qualidade de vida nas comunidades locais.

São oito, os locais com acesso à internet, sendo que na cidade de Ponte de Sor, é possível navegar gratuitamente no Campo da Restauração, zonas circundantes do Mercado Municipal, jardim do Centro de Artes e Cultura, Moinho na Zona Ribeirinha, Parque de Autocaravanas, jardim da Zona Desportiva, zonas circundantes das Piscinas Cobertas Municipais e na freguesia de Montargil, a zona de estacionamento do Centro Cultural.

Depois do investimento que garantiu que 95% dos habitantes do Concelho ficassem com cobertura de fibra ótica, este é mais um passo para tornar o concelho de Ponte de Sor, um exemplo digital no interior do país.

Tecnologia

Universidade de Évora inaugura infraestrutura pioneira de energia solar

Uma parceria da UÉ com a Agência Aeroespacial alemã.

Publicado

em

A Universidade de Évora (UÉ) vai inaugurar a EMSP – Évora Molten Salt Platform, uma infraestrutura científica dedicada à investigação do uso de sais fundidos na conversão termoeléctrica da energia solar.

“Uma infraestrutura única em Portugal.”

A cerimónia de inauguração é esta quinta-feira, dia 28 de abril, pela 9h30m, com a presença de entre outros, um representante do governo alemão e do secretário de Estado do Ambiente e Energia, João Galamba.

Desenvolvida e operada em parceria com o Instituto de Investigação Solar do DLR – Deutsches Zentrum für Luft- und Raumfahrt (Agência Aeroespacial alemã), esta infraestrutura é pioneira na utilização de sais fundidos como fluido de transferência térmica em Centrais Solares de Concentração.

O campo solar é constituído por 36 coletores cilindro-parabólicos de grande dimensão, com um comprimento total de 684 metros e uma potência nominal de 3,4 MW térmicos. Dispõe de um circuito hidráulico solar, onde circulam sais fundidos.

O sistema de armazenamento é composto por dois tanques, um frio e outro quente, com uma capacidade de 35m³ cada.

Esta infraestrutura funciona como campus experimental de ensaios na área de geração termoelétrica solar, sendo uma infraestrutura única em Portugal.

Continuar a ler

Economia

Alentejo pode liderar transição energética em Portugal.

CCDR Alentejo, o Instituto Politécnico de Portalegre e o Fórum da Energia e Clima irão promover cinco grandes conferências. Veja as datas e os locais.

Publicado

em

FÓRUM DA ENERGIA E CLIMA

“Alentejo pode liderar”

O Fórum da Energia e Clima, observador consultivo da CPLP, com sede no Alentejo, considera que “o investimento de energia renovável que será apresentado na próxima sexta-feira em Sines representa o acelerar da alteração do paradigma energético e do avanço para uma economia mais sustentável”.

Ricardo Campos, Presidente do Fórum da Energia e Clima sublinha que “o aumento dos preços dos combustíveis fósseis e a visível consequência da dependência de países como a Rússia, que não partilham os valores do mundo livre, mostram a importância de acelerar a transição energética.

As energias renováveis e a utilização do vetor energético hidrogénio produzido a partir das energias renováveis será decisivo para descarbonizar as indústrias dependentes do gás natural”.

O anúncio do investimento em Sines, num projeto de produção de hidrogénio e amónia verdes, é, na opinião de Ricardo Campos, “o inicio de um caminho que, depois do Alqueva, vai levar o Alentejo a ser das regiões com mais crescimento em Portugal.

É inevitável que uma das regiões mais competitivas do mundo para a produção de eletricidade a partir do sol, onde são batidos recordes mundiais de preço, que está a investir fortemente em áreas de acolhimento empresarial, e que tem o Porto de Sines, o Aeroporto de Beja, e um sistema de ensino e conhecimento entre os melhores do país, possa receber investimentos dos principais players mundiais na área da economia sustentável”.

Ricardo Campos acrescenta ainda que “a transição energética é uma oportunidade para Portugal se posicionar à escala global desenvolvendo tecnologia e transferindo conhecimento de forma eficiente para as empresas”, tendo declarado que “com as barragens, que são hoje também pilhas hidráulicas, que serão cada vez menos utilizadas para a produção de eletricidade e sim para reservas de água, Portugal tem de apostar no armazenamento de energia elétrica em sistemas de grande dimensão – as flow batteries ou outras formas que já estão em investigação em universidades e politécnicos portugueses – terão de passar para projetos piloto ou encontrar mecanismos que estimulem a transferência de conhecimento para as empresas nacionais da economia verde”.

O responsável defende ainda que “parques fotovoltaicos ligados a sistemas de armazenamento de grande dimensão são a solução que por exemplo a Florida Power and Light já está a utilizar nos Estados Unidos para a substituição das suas centrais de ciclo combinado a gás natural. Com o aumento do preço dos combustíveis fósseis essa pode ser também uma solução a implementar em Portugal e na Europa”.

Ao longo do próximo ano, a CCDR Alentejo, o Instituto Politécnico de Portalegre e o Fórum da Energia e Clima irão promover cinco grandes conferências, no âmbito do projeto GUARDIÕES, denominadas Energy And Climate Summit:´

–  Dias 21 e 22 de abril: “Educação e Conhecimento”, em Portalegre

– 2 e 3 de junho: “Energia e Transição Justa”, em Sines

– 20 e 21 de outubro: “A Água”, em Beja,

– 26 e 27 de janeiro 2023: “Mobilidade e Ferrovia”

– 22 e 23 abril 2023: “Economia Circular”, em Portalegre.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!