Últimas:
Polícias agredidos em Portalegre recebem tratamento hospitalar – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Crime

Polícias agredidos em Portalegre recebem tratamento hospitalar

Polícias alvo de socos e pontapés

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Polícias de Portalegre são agredidos quando tentam pôr termo a desordem em Bar

“Polícias tiveram que receber tratamentos hospitalares”

Dois polícias da Esquadra de Competência Territorial de Portalegre foram alvo de várias agressões – socos e pontapés – ao tentar pôr cobro a uma desordem ocorrida ontem, dia 14 de janeiro, por volta das 22:50 horas, num Bar da cidade, tendo mesmo necessidade de receber tratamento hospitalar, não carecendo, no entanto, de internamento.

No seguimento de denúncia apresentada por populares na Esquadra Policial, de que haveria um grupo de quatro homens a provocar distúrbios e a trocar agressões entre si, uma patrulha deslocou-se imediatamente para o local, confirmando a veracidade dos factos denunciados.

No exterior do estabelecimento em questão, ao tentar acalmar os ânimos, restabelecer a ordem pública, separar e identificar os agressores, um dos polícias presentes é empurrado e agredido a soco e pontapé pelos indivíduos referidos.

Igual sorte tem um colega seu quando lhe tenta prestar auxílio.

Não obstante as agressões de que foram alvo, os dois polícias em questão, com a ajuda de outros da Esquadra de Investigação Criminal que, entretanto, se deslocaram para o local, lograram mesmo efetuar a detenção de três dos quatro agressores.

O quarto suspeito não foi possível ser detido na altura dos factos, por ter conseguido colocar-se em fuga para parte incerta.

No entanto, estão já em curso diligências para o localizar e proceder à sua identificação.

Os detidos, de idades compreendidas entre os 18 e os 21 anos de idade, serão hoje conduzidos ao Tribunal Judicial da Comarca de Portalegre para efeitos de 1.º interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.

Continuar a ler
Publicidade

Crime

Mulher faz-se passar por militar da GNR para ‘ajudar’ idosos na vacinação.

Caso denunciado por Unidade de Saúde local.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Fraude com vacinação

“Mulher faz contactos falsos”

O Serviço Municipal de Proteção Civil, de Montemor-o-Novo, foi informado que alguns utentes do concelho de Montemor-o-Novo têm sido alvo de contactos falsos, por supostos militares da GNR, para a vacinação Covid-19.

As várias entidades já alertaram que a ‘vacinação é feita única e exclusivamente pelas Assistentes Técnicas do Centro de Saúde da Unidade de Saúde Familiar Alcaides e Unidade de Saúde Familiar Foral,’ que se identificam sempre aquando do contacto telefónico.
Qualquer outro tipo de contacto para vacinação Covid-19 deve ser imediatamente, denunciado às autoridades competentes.

Continuar a ler

x
error: Content is protected !!