Siga-nos

Política

PCP questiona o Governo sobre cortes nas pensões dos trabalhadores das pedreiras

Em causa um trabalhador de Vila Viçosa a quem a Segurança Social respondeu positivamente ao pedido de reforma mas com um corte de cerca de 180 euros na pensão.

TDS noticias

Publicado

em

O Grupo Parlamentar do PCP questionou o Ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social (MTSSS) sobre a existência de cortes nas primeiras pensões dos trabalhadores das pedreiras que estão a ser atribuídas pela Segurança Social.

No debate realizado no Plenário da Assembleia da República, o Grupo Parlamentar do PCP confrontou o MTSSS com a situação de um trabalhador de Vila Viçosa a quem a Segurança Social respondeu positivamente ao pedido de reforma mas com um corte de cerca de 180 euros na pensão.

Partindo daquele exemplo concreto, o PCP questionou o Governo sobre o que motiva estes cortes e se eles estão ou não relacionados com a aplicação do factor de sustentabilidade. O PCP considera que o factor de sustentabilidade não deve ser aplicado aos trabalhadores que se reformam ao abrigo de regimes especiais de acesso à reforma antecipada, como é o caso dos trabalhadores das pedreiras que passaram a ter acesso ao regime de reforma dos mineiros.

Na resposta, o MTSSS confirmou que a interpretação que está a ser feita pela Segurança Social é essa – de aplicação do factor de sustentabilidade com as penalizações que daí resultam – e que o compromisso do Governo é de alterar essa situação aprovando ainda uma lei que resolva o problema até ao final da Legislatura (Outubro de 2019).

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Política

Centros de saúde móveis a pensar no interior

Socialistas querem levar assistência médica a locais do interior

TDS noticias

Publicado

em

A ideia já não é nova mas volta a ser uma proposta desta vez por parte do PS.

O partido socialista tem no seu programa eleitoral a criação de centros de saúde móveis.

O objetivo é servir populações das zonas do interior afastadas da assistência médica.

Uma medida que a concretizar se levaria médicos a aldeias e lugares que pá sua reduzida população deixaram de ter extensão de centro de saúde.

Os mais idosos seriam os mais beneficiados com a medida.

A medida consta no programa eleitoral socialista, que é este sábado apresentado, e prevê a disponibilização de carrinhas com serviços como a medição de tensão arterial ou o controlo de diabetes e a realização de algumas análises.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento