Siga-nos

Crime

Ourique – Três detidos pelo crime de lenocínio

A ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção de Beja e do Destacamento Territorial de Aljustrel.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Comando Territorial de Beja, através do Núcleo de Investigação Criminal de Aljustrel, deteve dois homens e uma mulher, com idades entre os 50 e os 73 anos, pelo crime de lenocínio, no concelho de Ourique.

No âmbito de uma investigação, os militares apuraram que os suspeitos geriam um estabelecimento de diversão noturna e que, no mesmo edifício, tinham quartos destinados à prática de prostituição. No seguimento das diligências, foram realizadas duas buscas domiciliárias e uma busca em veículo, destacando-se a apreensão de:

·         4235 euros em numerário;

·         Seis telemóveis;

·         Dezenas de artigos e documentos relacionados com a prática do crime de lenocínio.

Os três detidos, um deles com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, ficaram detidos nas instalações da GNR até serem presentes, ontem dia 12 de novembro, ao Tribunal Judicial da Comarca de Ourique, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de proibição de contactos entre eles e apresentações semanais nos postos policiais das áreas de residência. A mulher encontrava-se em situação irregular em território nacional, tendo sido notificada para comparecer no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Crime

Dois detidos por furto de cerca de 130 quilos de pinhas

Os detidos serão presentes, durante o dia de hoje, ao Tribunal Judicial de Santiago do Cacém, para aplicação das medidas de coação.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: GNR

A GNR de Sines, deteve dois homens, com 19 e 46 anos, por furto de pinha de pinheiro-manso, em Sines.

No âmbito de uma ação de patrulhamento direcionada para a prevenção do furto da pinha, que se encontra no período de interdição da sua colheita, os militares abordaram dois homens numa zona de pinhal, num terreno alheio e sem consentimento do proprietário, tendo-lhes sido apreendidos 132 quilos de pinha e diversos utensílios para apanha da mesma, como luvas, sacos e varas.

A GNR relembra que a apanha da pinha de pinheiro manso, ainda que esteja caída no chão, está interdita por se encontrar em época de defeso, salvaguardando assim o crescimento e desenvolvimento da pinha e do pinhão e evitando, dessa forma, a colheita da semente com deficiente faculdade germinativa e mal amadurecida.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul