Últimas:
Os novos KC390. O primeiro chegou a Beja. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Tecnologia

Os novos KC390. O primeiro chegou a Beja.

Foram apresentados com a presença do primeiro-ministro.

Publicado

em

KC390

Os novos KC390 da empresa brasileira Embraer e que irão substituir os Hérculos C-130, por um valor de 827 milhões de euros, já começaram a chegar a Beja.

O avião de carga e transporte, que chegou a Beja, será entregue à Força Aérea Portuguesa (FAP) em fevereiro de 2023, seguindo-se mais um por cada ano até fevereiro de 2027, no âmbito dos contratos.

Até março do próximo ano, será feita no país “a integração dos equipamentos NATO e certificados pela Autoridade Aeronáutica Nacional”, segundo informação divulgada pelo ramo.

Tecnologia

Alentejo é a primeira região da Europa com mais mulheres inventoras

O Alentejo é aquela que tem maior percentagem de mulheres inventoras (34,9%)

Publicado

em

Portugal tem a segunda maior taxa de mulheres inventoras, entre os países membros do Instituto Europeu de Patentes, de acordo com os dados apurados num novo estudo da instituição.

Os dados apurados pela pesquisa revelam que nos pedidos de patentes com origem em Portugal, apresentados entre 2010 e 2019, 26,8% dos inventores foram mulheres, um valor que é mais do dobro da média europeia, fixada em 13,2%.

Concluiu-se também que, de todas as regiões europeias, o Alentejo é aquela que tem maior percentagem de mulheres inventoras (34,9%).

Por países, só a Letónia tem números mais favoráveis que os apurados para Portugal, que têm em conta a percentagem de mulheres inventoras nomeadas em todos os pedidos de patentes junto do IEP entre 1978 e 2019.

Logo atrás de Portugal surge a Croácia, com uma representatividade feminina de 25,8%, e na quarta posição Espanha, com 23,2%. Alemanha, Luxemburgo, Liechtenstein e Áustria ocupam as posições seguintes.

Numa perspetiva europeia, a pesquisa do IEP mostra progressos relativamente à predominância de mulheres neste domínio. No final dos anos 70 do século passado, as mulheres representavam apenas 2% dos inventores europeus. Ainda assim, evidencia que continua a haver um caminho a percorrer, mesmo comprando com outras regiões do globo.

Por exemplo, a taxa de mulheres inventoras na Europa é superior à do Japão (9,5%), mas inferior à da Coreia do Sul (28,3%), da China (26,8%) e dos EUA (15,0%).

O estudo mostra ainda que as universidades e instituições públicas têm uma percentagem muito superior de mulheres investigadoras que as empresas privadas. Em Portugal a proporção era de 36% para 19,4%, na Europa de 19,4% para 10%, dados de 2019.

Por áreas, é na química, com destaque para a biotecnologia e farmacêutica, que existe uma maior percentagem de mulheres inventoras, 22,4% na Europa e 42,3% em Portugal. A engenharia mecânica está no extremo oposto da tabela, com a menor taxa de inventoras: 5,2% na Europa e 13,4% em Portugal.

Continuar a ler

Sociedade

EuRoc’22 terminou em Ponte de Sor

A equipa italiana Skyward Experimental Rocketry sagrou-se a grande vencedora desta edição.

Publicado

em

EuRoc em Ponte de Sor

Cerimónia de encerramento

O Vice-Presidente Rogério Alves, da autarquia de Ponte de Sor, marcou presença na cerimónia de encerramento e entrega de prémios da terceira edição do EuRoC, competição de lançamento de foguetes que se destina a estudantes universitários europeus.

a iniciativa decorreu no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor.

A equipa italiana Skyward Experimental Rocketry sagrou-se a grande vencedora desta edição.

Destaque também para a equipa portuguesa RED, proveniente do Instituto Superior Técnico, que venceu o prémio de motor sólido 3 000 metros.

Continuar a ler

Tecnologia

Equipa portuguesa lança foguete com sucesso no EuRoC

A competição decorre até ao dia 18 de outubro, em Ponte de Sor e no Campo Militar de Santa Margarida (Constância), e conta com a participação de 18 equipas europeias, compostas por mais de 500 estudantes, oriundos de 11 países.

Publicado

em

Equipa portuguesa lança foguete com sucesso no EuRoC

A equipa portuguesa RED | Rocket Experiment Division lançou e recuperou ontem, com sucesso, o seu foguete “Baltasar” no European Rocketry Challenge – EuRoC, no Campo Militar de Santa Margarida (Constância).

A equipa, proveniente do Instituto Superior Técnico, participou pelo terceiro ano consecutivo na competição de lançamento de foguetes destinada a estudantes universitários europeus.

O foguete “Baltasar” foi lançado a 3 000 metros de altitude no Campo Militar de Santa Margarida (Constância) e, posteriormente, recuperado com sucesso. Pedro Rosado, coordenador da equipa RED, revela que estão “muito contentes com o sucesso lançamento do foguete este ano”.

“A experiência dos anos anteriores, permitiu-nos aperfeiçoar diversos elementos no nosso rocket para melhorar a sua performance e, obviamente, atingir o objetivo desejado, que era lançá-lo e recuperá-lo intacto. Estamos muito orgulhosos”.

Composta por 48 elementos, a equipa RED | Rocket Experiment Division foi criada em 2017 e a sua estrutura reflete a multidisciplinariedade do Espaço: entre as formações dos participantes, estão as áreas de engenharia mecânica, de engenharia aeroespacial, de engenharia eletrotécnica e de computadores, de engenharia eletrónica e de engenharia física e tecnológica.

Até ao momento, já foram efetuados 12 lançamentos no Campo Militar de Santa Margarida, das 18 equipas em concurso. Durante o dia de hoje e de amanhã, se a meteorologia o permitir, serão efetuados os restantes seis lançamentos.

A cerimónia de encerramento e entrega de prémios acontece no próximo dia 18 de outubro, no Aeródromo de Ponte de Sor, pelas 14 horas, com a presença do vice-presidente da Agência Espacial Portuguesa, Eduardo Ferreira, e representantes das entidades parceiras, nomeadamente a Câmara Municipal de Ponte de Sor e o Exército português.

A competição entrega anualmente onze troféus, sendo os prémios de voo atribuídos de acordo com a altitude em competição e o tipo de motor, mas existem novidades na edição de 2022.

O Prémio Payload, que pretende reconhecer a equipa com a melhor carga útil, será patrocinado pela Agência Espacial Europeia. Este galardão distingue a inovação, a fiabilidade, bem como a aplicabilidade e o impacto do payload para a sociedade, como se fosse efetivamente lançado no espaço. Para além disso, a 3.ª edição do EuRoC marca ainda o lançamento do Prémio para a Melhor Assinatura Espectral promovido pela ANACOM.

O prémio ANACOM será atribuído à equipa que conseguir realizar o seu lançamento com sucesso, dentro de um período estipulado e com a menor percentagem de utilização do canal (ocupação espectral).

Organizada pela Agência Espacial Portuguesa, com o apoio da Câmara Municipal de Ponte de Sor e do Exército Português, a competição decorre até ao dia 18 de outubro, em Ponte de Sor e no Campo Militar de Santa Margarida (Constância), e conta com a participação de 18 equipas europeias, compostas por mais de 500 estudantes, oriundos de 11 países.

Continuar a ler

ÚLTIMAS

Facebook

x
error: O conteúdo está protegido!!