Siga-nos

Economia

Oportunidades de negócio para empresas apresentadas em Palmela

Esta é a primeira de um conjunto de iniciativas dirigidas aos agentes económicos que o Município, através do GAEPI – Gabinete de Apoio às Empresas e Promoção do Investimento, vai organizar ao longo deste ano, integradas no Fórum Económico.

Avatar

Publicado

em

No dia 2 de abril, a Câmara Municipal de Palmela, em parceria com a AIP – Associação Industrial Portuguesa / CCI – Câmara de Comércio e Indústria, vai realizar a iniciativa “Rede Europeia de Empreendedorismo | Enterprise Europe Network: Oportunidades de Negócio para a Sua Empresa”, a partir das 14h15, no Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela.

A sessão vai contar com a presença do Vereador com o pelouro do Desenvolvimento Económico, Luís Miguel Calha, que dará as boas-vindas, seguindo-se uma intervenção a cargo da AIP, sobre a EEN – Enterprise Europe Network, e o testemunho de uma empresa que já integra esta Rede.

A segunda parte é dedicada ao Workshop “Ser Enterprise Europe Network”. A entrada é livre, mas sujeita a inscrição (ficha de inscrição disponível AQUI.

A EEN é a maior rede de serviços gratuitos de informação e aconselhamento às empresas na Europa. Ao integrar esta Rede, as empresas podem potenciar os seus negócios, contactando com especialistas em mais de 60 países e obtendo, semanalmente, dezenas de oportunidades internacionais.

Em Portugal, a EEN é representada por um consórcio que envolve 12 entidades públicas e associativas, liderado pela IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, sendo a AIP a entidade responsável por apoiar as empresas da Península de Setúbal.

Programa 

1.ª parte

14h15 – Acolhimento

14h30 – Boas-vindas

Vereador Luís Miguel Calha, Câmara Municipal de Palmela

14h50 – “Enterprise Europe Network – Crescimento e Internacionalização das Empresas Portuguesas”

Teresa Dias, AIP – Associação Industrial Portuguesa

15h10 – Testemunho de Empresa EEN/AIP (empresa a confirmar)

15h25 – Perguntas e respostas

15h40 – Pausa

2.ª parte

15h50 – Workshop “Ser Enterprise Europe Network” – Teresa Dias

• Como responder a oportunidades de negócio/parceria internacionais?

• Como apresentar a empresa? – Desenhar um perfil EEN

• Criar valor

17h30 – Encerramento

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Economia

Central fotovoltaica de Évora sem apoios do estado

Tem uma área de 55 hectares e uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts

TDS noticias

Publicado

em

A instalação de energia solar de Vale de Moura é das primeiras centrais fotovoltaicas na Península Ibérica a ser explorada sem ajudas públicas.

A central fotovoltaica de Vale de Moura, no concelho de Évora – uma das primeiras em toda a Península Ibérica a ser explorada sem qualquer tipo de subsídios públicos – entrou em funcionamento no passado dia 14 de Junho, anunciou o grupo energético Axpo.

Sobre a central solar fotovoltaica de Vale de Moura – Évora

  • A central tem uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts e vai produzir anualmente mais de 52 gigawatts-hora, o equivalente ao consumo médio anual de 10 mil habitações.
  • A venda da energia produzida pela central será feita em regime de mercado, graças a um contrato pioneiro de compra de energia (PPA) a 10 anos, com a Axpo, que garante a comercialização de energia até 2029.
  • O projeto, desenvolvido e promovido pelo grupo Hyperion Renewables, conta com o fundo de investimento Mirova como acionista maioritário e permitirá evitar a emissão de mais de 110.000 toneladas de CO2 por ano.

Com uma área de 55 hectares e uma capacidade total instalada de 28,8 mw vai produzir mais de 52 gigawatts-hora de energia limpa por ano – o equivalente ao consumo médio anual de quase 10.000 habitações.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento