Siga-nos

Saúde

Oferta de equipamento de Raio X móvel ao Hospital do Litoral Alentejano

O equipamento, no valor de 72 mil euros, é fundamental para dotar a Unidade de Cuidados Intensivos do HLA

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Um conjunto de empresas diretamente ligadas ao complexo industrial, logístico e portuário de Sines uniram-se e adquiriram um equipamento de Raio X móvel para o Hospital do Litoral Alentejano (HLA).

“… equipamento de Raio X móvel para o Hospital do Litoral Alentejano.”

O presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, congratulou-se pela adesão das empresas locais a esta iniciativa de qualificação do sistema de saúde regional.

Nuno Mascarenhas sublinhou que “as empresas, sobretudo as de maiores dimensões, são essenciais para enfrentar a crise sanitária e económica provocada pela pandemia de Covid-19. Com este equipamento, o HLA fica mais bem apetrechado para avaliar e tratar esta e muitas outras doenças.

É um exemplo de união de esforços em prol do bem comum. Estamos certos de que as demonstrações de responsabilidade social das empresas de Sines não ficarão por aqui.”

Este equipamento, no valor de 72 mil euros, é fundamental para dotar a Unidade de Cuidados Intensivos do HLA de uma ferramenta essencial no diagnóstico e tratamento da população da região, incluindo nos procedimentos vigentes relativos ao combate à COVID-19.

Com este gesto, as empresas pretenderam, igualmente, demonstrar o seu agradecimento pelo empenho, trabalho e generosidade incansáveis de todos os profissionais de saúde neste momento difícil, nomeadamente de quantos trabalham no HLA e na região de Sines.

Saúde

Idosos do Lar da Sizuda em Évora já estão a ser transferidos.

Serão transferidos 28 utentes e 2 funcionárias

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: TDS (direitos reservados)

Surto da Sizuda, em Évora

“Idosos estão a ser transferidos durante a noite”

Já começaram a ser transferidos os idosos do Lar da Sizuda, em Évora.

Uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Évora transportou os primeiros idosos.

A operação está a decorrer com a presença da GNR que está a ‘controlar’ o itinerário que esta ser feito pelas ambulâncias.

Segundo a Protecção Civil de Évora serão transferidos 28 idosos e 2 funcionárias.

Os idosos estão a ser transferidos para a residência universitária em Évora.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!