Siga-nos

Artes

Obras no Teatro Garcia de Resende em Évora custam 2 milhões de €

Arranjo urbanístico dos espaços exteriores tem início a 25 de maio 

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Está prestes a iniciar-se o arranjo urbanístico dos espaços exteriores do edifício do Teatro Garcia de Resende, que inclui a reabilitação do parque de estacionamento.

“Requalificação do Teatro Garcia de Resende”

A empresa responsável pela intervenção assegura ter todas as condições de segurança para o desenrolar dos trabalhos. 

Todo o espaço envolvente irá receber um novo arranjo urbanístico, de forma a conferir ao local a dignidade adequada à zona histórico-patrimonial em que o Teatro Garcia de Resende está inserido.

O parque de estacionamento será mantido com as necessárias adaptações, assegurando-se a respetiva funcionalidade com 78 lugares para veículos automóveis, 3 dos quais reservados a utentes de mobilidade condicionada.

De acordo com o respetivo programa de execução, a obra deverá ter a duração de 180 dias. 

A par do arranjo urbanístico da envolvente, estão a decorrer no interior do Teatro as obras que visam intervenções relacionadas com a segurança, funcionalidade e conforto: segurança contra incêndios, estabilidade, rede de água e esgotos, eletricidade, ventilação, etc.

O projeto obriga à utilização, sempre que possível, do tipo de materiais já existentes e enquadra as novas soluções de forma a não afetar as condições originais de acústica, bem como o funcionamento da mecânica e cena.

Esta fase, de caraterísticas técnicas mais sensíveis, deverá prolongar-se pelo período de 15 meses. 

A reabilitação física e funcional do Teatro Garcia de Resende é possível graças ao sucesso da candidatura apresentada pelo Município de Évora a financiamento pelo Programa Operacional Alentejo 2020, no âmbito do PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, e insere-se na estratégia municipal de regeneração urbana e revitalização do Centro Histórico de Évora.

O valor total do investimento ronda os 2 milhões de euros.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Artes

Palmela volta a abrir as portas do seu Castelo

A entrada em espaços fechados implica a obrigatoriedade do uso de máscara

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Os espaços visitáveis do Castelo de Palmela reabriram ao público hoje, 19 de maio, com um conjunto de regras, para garantir a segurança de visitantes e trabalhadoras/es, face à pandemia da COVID-19.

“A entrada em espaços fechados implica a obrigatoriedade do uso de máscara.”

No Espaço de Transmissões Militares, podem entrar apenas duas pessoas em simultâneo.

Nos restantes espaços não vigiados, o Município apela a que as/os visitantes salvaguardem as devidas distâncias de segurança. Será assegurado um reforço da limpeza diária.

Os espaços visitáveis vão estar a funcionar no horário de verão (até ao último domingo de outubro): o Museu Municipal pode ser visitado de terça-feira a domingo, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00 (encerra aos feriados), e a Igreja de Santiago de terça-feira a domingo, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 20h00.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!