Últimas:
“O Tapete está na Rua 2023”, a decorrer. – RÁDIO TDS
Siga-nos

ARRAIOLOS

“O Tapete está na Rua 2023”, a decorrer.

Poderá visitar a Mostra de Tapetes de Arraiolos, o Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos, o artesanato e as exposições.

Publicado

em

Arraiolos

“O Tapete está na Rua 2023”

O evento decorre na Câmara Municipal  no Centro Histórico de Arraiolos até domingo.

Poderá visitar a Mostra de Tapetes de Arraiolos, o Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos, o artesanato e as exposições.

Percorrer a nossa vila é conhecer mais sobre o Tapete de Arraiolos, cuja origem em Arraiolos pode remontar a uma época anterior ao Século XV e que atingiu a sua maior relevância artística nos séculos XVII e XVIII, mas é também apreciar a gastronomia e conhecer os produtos locais.

“O Tapete está na Rua” é uma iniciativa de valorização e promoção do “Tapete de Arraiolos” e pretende afirmar-se como proposta de intervenção cultural abrangente, onde a economia local e a dinamização cultural são componentes indissociáveis para concretizar os objetivos propostos.

Na nossa mesa encontra ainda o melhor dos vinhos, os enchidos, os queijos e o mel, a Empadas de Arraiolos®, os doces conventuais, as cavacas de Vimieiro e os pasteis de toucinho, bem como outros sabores onde se reconhece a identidade de Arraiolos.

Continuar a ler
Publicidade

ARRAIOLOS

Cavacas do Vimieiro já são marca nacional.

O objetivo municipal é impulsionar, estimular e dinamizar ações tendentes a apoiar a economia local e os produtos locais, onde se destacam, entre outros, o artesanato, a gastronomia e os doces tradicionais.

Publicado

em

Cavacas do Vimieiro

As Cavacas de Vimeiro, doce tradicional da vila, ficaram a ser registadas como Marca Nacional. O pedido efetuado pelo Município de Arraiolos, junto do Instituto Nacional da Propriedade Industrial mereceu despacho de concessão, inserido no Boletim da Propriedade lndustrial n.º 21/2024.

A atribuição da “Marca Nacional” permite dinamizar de forma mais eficaz as atividades económicas e a promoção das potencialidades deste produto da doçaria de Vimieiro, constituindo um ato importante para salvaguardar “referências dos usos e costumes, que fazem parte do nosso património cultural e identitário”.

O objetivo municipal é impulsionar, estimular e dinamizar ações tendentes a apoiar a economia local e os produtos locais, onde se destacam, entre outros, o artesanato, a gastronomia e os doces tradicionais.

A inscrição da marca nacional permitirá um maior incremento no fabrico destes produtos locais, com relevo pela sua originalidade, bem como pela ligação, tradição e presença em acontecimentos sociais de relevo – casamentos ou festividades cíclicas – viabilizando um processo de valorização que dê aos produtos e aos produtores, o lugar merecido na doçaria do concelho.

O registo/criação de uma marca é, à semelhança doutros produtos objeto desta ação junto do Instituto Nacional da Propriedade Industrial, I.P., uma forma de diferenciar e qualificar os mesmos permitindo o seu reconhecimento.

Continuar a ler

ARRAIOLOS

Semana do Porco em Arraiolos a decorrer

De 3 a 18 fevereiro

Publicado

em

Arraiolos

Gastronomia – Semanas do Porco

De 3 a 18 fevereiro 2024 vão realizar-se as “Semanas do Porco” integradas na Mostra Gastronómica do Concelho de Arraiolos.

Ao longo do ano a Câmara Municipal de Arraiolos e os restaurantes do concelho promovem os pratos típicos e a gastronomia tradicional do concelho e do Alentejo.

As semanas temáticas decorrerão ao longo do ano, culminando com 22ª. Mostra Gastronómica, o 14º. Festival da Empada e Feira do Tapete de Arraiolos, no Arraiolos Multiusos, no inicio do outono de 2024.

As mais de duas de dezenas de estabelecimentos de restauração aderentes integram nas suas ementas o melhor da cozinha arraiolense percorrendo os sabores que os ciclos da natureza determinavam, tradicionalmente.

Refira-se que muitas são as receitas que integram produtos do porco, nomeadamente a “Empada de Arraiolos ®” e nos “Pasteis de Toucinho”, produtos de presença relevante à nossa mesa.

De 3 a 18 fevereiro visite os restaurantes arraiolenses.

Continuar a ler

ARRAIOLOS

Bombeiros de Arraiolos fazem 90 anos.

Dia 7 de janeiro completam 9 décadas com sessão solene a decorrer no Salão Nobre do Bombeiros Voluntários de Arraiolos.

Publicado

em

Foto: C.M de Arraiolos

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS E ARRAIOLOS

90º Aniversário dos BVA

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arraiolos vai comemorar o seu 90º Aniversário, no dia 7 de janeiro de 2024, em sessão solene a decorrer no Salão Nobre do Bombeiros Voluntários de Arraiolos.

A cerimónia será um momento de reconhecimento à ação honrosa dos Bombeiros Voluntários de Arraiolos, tendo lugar a entrega das condecorações da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários e da Liga dos Bombeiros Portugueses.

O programa que assinalará a comemoração desta efeméride integra a formatura geral, o hastear da bandeira, a missa e romagem ao cemitério.

São noventa anos de atividade onde, necessariamente, se encontram a vida desta associação e a própria história do concelho de Arraiolos, num caminho partilhado e com relevante espírito de missão.

Devemos salientar o trabalho de prevenção, segurança e apoio à população do concelho, bem como a sua participação em missões decorrentes da orgânica nacional da proteção civil, considerado relevante e louvável a sua ação, que o lema “Vida por Vida” bem define.

Continuar a ler

ARRAIOLOS

Festival Terras sem Sombra com música, património e biodiversidade, em Arraiolos

Também decorrem actividades dedicadas ao Património e à Biodiversidade.

Publicado

em

Duo Hosp-Palier

Arraiolos

Festival Terras sem Sombra

Também a 11 decorrem actividades dedicadas ao Património, revisita um importante traço de união das gentes e uma poderosa marca de identidade em Santana do Campo: “Herança Comunitária: Jogos Tradicionais e Património Imaterial”

Irá decorrer igualmente uma acção sobre a preservação dos ambientes naturais convida, a 12 de Novembro a conhecer de perto as margens da ribeira de Divor e os velhos moinhos aí existentes, uma oportunidade para contactar de perto com a flora e a
fauna locais.

Todas as actividades são de acesso gratuito.

Veja com mais pormenor:

Arraiolos (11 e 12 de Novembro de 2023)

MÚSICA
Arraiolos, 11 de Novembro, 21h30 • Local: Igreja da Misericórdia

DUO HOSP-PALIER
Guitarra Melanie Hosp
Guitarra Florian Palier

Programa – “O Dia e a Noite: Música Para Duas Guitarras”

Enrique Granados [1867-1916]
Valses Poéticos
Hugo González [1968-]
Salmo: Prelude
Astor Piazzolla [1921-1992]
Tango Suite
I. Tango 2
II. Tango 1
Radamés Gnattali [1906-1988]
Retratos (Suite)
II. Ernesto Nazareth (Valse)
III. Anacleto de Medeiros (Schottisch)
IV. Chiquinha Gonzaga (Corta Jaca)
Florian Palier [1987-]
Postfaktische Fuge (Fuga Pós-factual)

BIOGRAFIAS

Melanie Hosp, Guitarra Considerada uma promissora artista no panorama da guitarra, nasceu em Außerfern (Tirol). Vive presentemente em Viena. Do seu percurso académico, concluído com distinção, importa salientar as aulas com Michael Andreas Haas e Stefan Hackl, no Conservatório do Tirol, em Innsbruck, e com

Álvaro Pierri, na Universidade de Música e Artes Performativas de Viena. É professora na Escola de Música de Linz desde 2013.

Do seu percurso profissional, sublinhe-se as actuações como solista em várias formações na Áustria e no estrangeiro, designadamente na China, Taiwan, Líbano e República Checa. Com o seu primeiro álbum a solo, Cómo el Agua, lançado em 2015, a intérprete move-se entre os mundos da música clássica, latino-americana e jazz.

Em complemento à formação académica, foi bolseira da Fundação Dr. Robert e Lina Thyll Dürr e membro do Programa de Apoio “Live Music Now”, fundado por Yehudi Menuhin. Frequentou masterclasses com Sérgio Assad, Paul O’Dette, Hopkinson Smith e Pavel Steidl, entre outros.

Já triunfou em diversos concursos e prémios nacionais e internacionais. Florian Palier, Guitarra Guitarrista e compositor, cresceu no seio de uma família de músicos. Estudou desde cedo com o pai, Johann Palier e, mais tarde, com Marco Diaz Tamayo. Em 2015, formou-se com distinção, sob a orientação de Álvaro Pierri, na Universidade de Música e Artes Performativas de Viena. Ensina

Florian Palier, Guitarra Guitarrista e compositor, cresceu no seio de uma família de músicos. Estudou desde cedo com o pai, Johann Palier e, mais tarde, com Marco Diaz Tamayo. Em 2015, formou-se com distinção, sob a orientação de Álvaro Pierri, na Universidade de Música e Artes Performativas de Viena.

Ensina nesta instituição, no Conservatório Johann-Joseph-Fux (Graz) e na Universidade de Klagenfurt. Como compositor, intérprete e improvisador, enfatiza a inclusão de diferentes mundos musicais.

Entre as suas maiores influências, cabe referir Olivier Messiaen, Toru Takemitsu e Allan Holdsworth. Enquanto solista e músico de câmara, é amiúde convidado para dar concertos em todo o mundo. Tem encantado com a interpretação do Concierto de Aranjuez e com os programas a solo Poetry and Colours e Bach and I.

Venceu numerosos concursos na Áustria e além-fronteiras, incluindo o Anna Amalia Competition, em Weimar, e o Festival Internacional de Guitarra, em Kutna Hora.

O crítico musical austríaco Ernst Naredi-Rainer escreveu sobre Florian Palier: “actua como um narrador cativante. Para além de um temperamento vivo, também domina a arte de mergulhar na tristeza”.

PATRIMÓNIO CULTURAL
Santana do Campo, 11 de Novembro, 15h00 • Ponto de encontro: Igreja de Santana do Campo Actividade orientada por: José Manuel Pinto (coordenador técnico)

Herança Comunitária: Jogos Tradicionais e Património Imaterial

Na sua acção dedicada ao Património, o TSS reaviva um elemento da vida social, os jogos tradicionais, na sua componente de património imaterial. “Herança Comunitária: Jogos Tradicionais e Património Imaterial” é o título da acção orientada por José Manuel Pinto, grande conhecedor desta herança, a que ajudou a imprimir nova vida. Os participantes são convidados a participar activamente num trabalho de vivências e memórias encetado pela Associação Unidos de Santana do Campo.

Executados recorrendo a diversos materiais e de forma rudimentar, os jogos tradicionais (e os respectivos brinquedos) correspondem a práticas antigas de ocupação do tempo, nos largos, junto às tabernas ou mesmo no seu interior, sendo utilizados por crianças e adultos. Oportunidade para contactar de perto, entre outros, com o jogo da china, o jogo do chinquilho, o jogo da ferradura, o jogo do 31, o jogo das latas, o jogo do burro e o jogo do botão ou os famosos carrinhos de rolamentos.

BIODIVERSIDADE
Arraiolos, 12 de Novembro, 9h30
Ponto de encontro: Jardim Público (Praça da República)
Actividade orientada por: Gonçalo Elias (ornitólogo) e José Mira Potes (professor do Instituto
Politécnico de Santarém)

Entre Pedras e Pedrinhas: A Ribeira de Divor

A acção dedicada à Biodiversidade convida os participantes a conhecerem as margens deste trecho de água, fonte de vida e sustentáculo de milenares práticas agrícolas que marcaram a paisagem.

A ribeira de Divor, pertencente à bacia hidrográfica do Tejo, nasce na freguesia de Igrejinha, concelho de Arraiolos, e desagua no rio Sorraia, concelho de Coruche. Possui uma barragem, que forma a albufeira de Divor, em território arraiolense. No entorno do curso de água, salienta-se a presença de sobreiros e azinheiras, também de freixos, carvalhos negrais e medronheiros.

A lontra, a garça-real, a cegonha, o abutre, a raposa, o coelho-bravo, a lebre, o faisão, o veado e o javali, entre outros exemplos de fauna bravia, povoam as margens da ribeira. Sobressaem também aqui históricas azenhas e as velhas estações e pontos de apoio do ramal.

Continuar a ler

ARRAIOLOS

“O tapete está na rua” em Arraiolos (entrevista)

O evento é promovido pelo Município de Arraiolos

Publicado

em

Arraiolos

Um conjunto de atividades culturais integram o evento

“O Tapete está na Rua”, volta às ruas de Arraiolos, de 07 a 11 de junho.

“O Tapete está na Rua” tem como objetivo promover – salvaguardar, divulgar e dar a conhecer um património que é o tapete de Arraiolos.

O certame é promovido pelo Município de Arraiolos e integra um conjunto de atividades culturais, nomeadamente exposições, animação cultural, colóquios e debates, com especial destaque para a “Mostra de Tapetes de Arraiolos”  no Centro Histórico da Vila.

De acordo com Sílvia Pinto, presidente da câmara municipal de Arraiolos, no cartaz deste ano constam nomes como Orquestra Ligeira do exército, Ricardo Ribeiro e os Ganhões de Castro Verde, Syro, Mário Duarte e Dino Santiago .

 

Continuar a ler

ARRAIOLOS

Arraiolos alertou para a falta de verbas previstas na área da saúde

Sílvia Pinto salientou a necessidade de responder às questões dos recursos humanos e financeiros para garantir o acesso aos cuidados de saúde, bem como defender a universalidade do Serviço Nacional de Saúde.

Publicado

em

Arraiolos, Évora

Defender o SNS-Serviço Nacional de Saúde

Sílvia Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Arraiolos e o Vice Presidente Jorge Macau receberam, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Secretário de Estado da Saúde, Ricardo Mestre, no âmbito da iniciativa Saúde Aberta, do Ministério da Saúde.

O Secretário de Estado da Saúde referiu-se à importância de contactar com a realidade dos territórios para encontrar as respostas necessárias, em termos dos serviços de saúde, referindo também o processo de descentralização em curso.

Neste contexto foi colocada pela Câmara Municipal de Arraiolos a questão da insuficiência das verbas previstas na proposta de acordo e a instabilidade do quadro de assistentes operacionais, razões pelas quais a autarquia de Arraiolos, à semelhança de cerca de dois terços das câmaras do país ainda não assinaram os respetivos protocolos de transferência de competências.

Sílvia Pinto salientou a necessidade de responder às questões dos recursos humanos e financeiros para garantir o acesso aos cuidados de saúde, bem como defender a universalidade do Serviço Nacional de Saúde.

Continuar a ler

ARRAIOLOS

Eco Festival, música em ambiente de aldeia

No concelho de Arraiolos

Publicado

em

Aldeia da Serra, Arraiolos

Eco Festival

O Eco Festival vai acontecer durante o mês de março.

A Aldeia da Serra, em pleno montado, dona de uma natureza íntegra é um local inigualável, quiça único e por isso eleito para receber este evento promovido pela Câmara Municipal de Arraiolos, com o apoio da União das Freguesias de S. Gregório e Santa Justa e da Sociedade Recreativa da Aldeia da Serra.

Num dos pontos mais elevados do concelho, onde é possível contemplar o voo deslizante das aves,  observando-as num plano superior, em cada um dos seus movimentos.

Ora o planar das espécies rapinantes e solitárias, ora o voo rápido dos que voam em bando, conforme cada época do ano.

De encontros com o meio envolvente e os seus sons, a música e as pessoas se faz este Eco Festival.

Visite a Aldeia a Serra e viva a plenitude do lugar.

Continuar a ler

Últimas

x
error: O conteúdo está protegido!!