Siga-nos

Desportos

O histórico Lusitano de Évora está ‘dividido’. Este ano vai jogar no Nacional e no Distrital.

A pré época do Lusitano SAD tem deixado excelentes indicações. O clube tem conseguido boas exibições frente a conjuntos que também irão disputar campeonatos nacionais. A sério será a 18 de agosto com o FCAlverca.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O clube é histórico.

Já esteve 14 anos na 1ªdivisão nacional e chegou a bater o pé aos grandes.

Mas os tempos mudaram.

Os lavradores afastaram-se do clube ‘rico’ da cidade e foi o que foi. Desceu e nunca mais subiu ao principal escalão do futebol nacional.

Em julho de 2016, o clube cedeu o futebol à SAD com um objetivo claro: regressar ao topo em oito ou nove anos. Durante a última época começaram os problemas. O clube alegou que o acordo de cedência do futebol à SAD não é válido.

O cenário que se vive por exemplo no histórico Belenenses repete-se agora em Évora: a divisão entre clube e SAD.

E é assim que começa a nova época desportiva. AQUI com o clube a prometer um grande Campeonato Distrital na AFE e AQUI com o Lusitano SAD a ‘mostrar’ a sua equipa para o Campeonato de Portugal.

Quanto a Campos a divisão também é clara. O Lusitano ‘clube’ vai jogar no Campo Estrela enquanto o Lusitano SAD vai disputar os seus encontros no Campo da Silveirinha (alvo de obras ainda não concluídas e que irão obrigar o clube a receber na abertura do Campeonato o FC Alverca no Campo do S.L.Évora).(cartaz)

Na Taça de Portugal, que hoje recebe na sede da FPF o sorteio da 1ª eliminatória, irá jogar o Lusitano SAD. O Lusitano ‘clube’ irá disputar o Distrital de seniores assim como os Campeonatos jovens.

A história

O Lusitano, clube alentejano com mais anos de 1.ª divisão, competiu 71 épocas nos campeonatos nacionais, mas está caído desde 2010 nos distritais de Évora (em 2011-12, nem sequer teve futebol sénior).

Longe vão os tempos em que, com Pepe e internacionais portugueses como Dinis Vital, José Pedro Biléu e Patalino, batia o pé aos grandes, que caíam com frequência em Évora (o FC Porto perdeu aqui cinco vezes e da última visita, há 54 anos, empatou 0-0).

O Campo Estrela

O Campo Estrela, foi uma verdadeira fortaleza para o Lusitano Ginásio Clube, de seu nome oficial. O Sporting esteve vários anos sem “matar o borrego”, o FC Porto perdeu cinco dos seis primeiros jogos que disputou no terreno do Lusitano, chegando mesmo a ser eliminado nas Antas para a Taça, em 1954/55. O Benfica, apesar de só ter perdido uma única vez, foi goleado. Memórias que o tempo não apaga. Assim como também não esconde as 14 temporadas consecutivas que este então ‘gigante’ alentejano esteve na primeira divisão, entre 1951/52 e 1965/66.

A SAD

A SAD foi criada em 2016 com o objetivo de “voltar a pôr o Lusitano na 1.ª divisão, no prazo de 8 a 13 anos”, após a consolidação e crescimento gradual da instituição.

Afinal, “se há clube alentejano que pode fazê-lo [chegar à I Liga], pela história e marca que tem, é o Lusitano. Não há outro no interior que tenha a capacidade de congregar tantas pessoas e empresas, apesar das dificuldades por que passou”, sublinhou  Madeira Rodrigues, responsável máximo pela SAD do Lusitano.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Desportos

Campeões do Mundo e Remadores Olímpicos nas águas do Guadiana 

A prova é organizado pelo Grupo União Safarense (GUS), com produção pela VNautica, em parceria com as Câmaras Municipais de Moura, Serpa e Vidigueira e com a NELO Rowing.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Barragem do Pedrogão recebe a partir desta sexta-feira, 15 de novembro, a “III Regata Odiana – Jogos Santa Casa”, que se cumpre até domingo, 17 de novembro.

A principal atração, a Prova de Skiff – Longa Distância (16 Km), conta com nomes sonantes da modalidade como a recém Campeã Mundial Diana Dymchenko, os Olímpicos Pedro Fraga e Nuno Mendes e outras referências do Remo nacionais e internacionais como Joana Branco, Bartłomiej Gasparski, Dariusz Sojka, William Woods, entre outros. 

Esta sexta-feira, 15 de novembro, o dia é dedicado ao Desporto Escolar e Inclusivo, com a realização das ações “Remo Indoor”, “Batismos de Remo” e “Remo sem Limites”. 

A 3ª edição do evento, que se realiza nos concelhos de Moura, Serpa e Vidigueira (Alentejo), destaca-se pelo enorme aumento de participantes. Com 55 remadores de diferentes nacionalidades, incluindo Portugal, Estados Unidos, Espanha, Bangladesh e Polónia, registados, a organização conseguiu triplicar o número de participantes, a quem se juntam os 6 inscritos na 1ª edição da Odiana Kid’s, (regata direcionada para os remadores iniciados e juvenis, numa distância de 4km).

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul