Siga-nos

Educação

Nova presidente dos estudantes da Univ. de Évora quer resolver as questões do alojamento.

A data para a tomada de posse dos novos órgãos sociais da associação académica da Universidade de Évora prevê-se que seja no início do mês de janeiro.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A lista I foi a que conquistou mais votos. 

Fernanda Barreiros, estudante atual do Mestrado em Design de Comunicação na UÉ, foi eleita Presidente da AAUE, após conquistar 1385 votos, num total de 2209 votantes. Para a Assembleia Magna somaram 1380 votos de 2211 e para o Conselho Fiscal reuniram 1376 votos num total de 2207 votantes.

A estudante de 25 anos já tinha estado ligada à academia durante a sua licenciatura em Artes Visuais e Multimédia. 

“Para Fernanda Barreiros a missão da AAUE tem por base cinco princípios, sendo eles “a Igualdade, a Inclusão, a Integração e a Integridade” com a finalidade de garantir “que a AAUE esteja próxima de toda a academia, mas também da cidade de Évora”. “

A recentemente eleita defende que “a igualdade é essencial no sentido em que todos os estudantes tenham direito aos mesmos acessos ao ensino superior. 

A inclusão sendo que um estudante só se pode sentir integrado, sentindo-se incluído. Por outro lado, a integração promovendo ações para que os estudantes se sintam acolhidos e que se identifiquem.

E, por fim, a integridade pretendendo garantir que todos as atividades, ações e contas sejam transparentes, garantido assim que todos os alunos tenham maior acesso a informação”.

“Para a AAUE é fundamental trabalhar em equipa, estabelecer e fortalecer ligações, tanto com a academia como com a autarquia e entidades locais, pois só assim é possível atingir os objetivos definidos”, realçou. “É importante mostrar que estudantes se importam com o meio em que vivem e que podem fazer a diferença no mesmo”, afirmou Fernanda Barreiros.

“As nossas principais preocupações estão relacionadas com a falta de alojamento, com o estado do pavilhão de desporto e do pólo de teatro. 

Sabemos que neste momento estão a ser tomadas medidas no que lhes diz respeito, no entanto queremos continuar a procurar soluções para estes problemas e outros que afetam grande parte dos nossos estudantes.

Pretendemos também apostar nos nossos estudantes, primeiramente estimulando-os a serem empreendedores e, por fim, procurando novas formas de desenvolver formações nesta área e de os fixar na cidade”, concluiu.

A data para a tomada de posse dos novos órgãos sociais da associação académica da Universidade de Évora (AAUE) ainda está por confirmar, contudo, prevê-se que seja no início do mês de janeiro, tendo lugar no auditório do Colégio Espírito Santo da UÉ.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Educação

Évora é a partir de hoje a ‘capital’ da temática do património cultural

Winter School do ED ARCHMAT inicia-se já hoje.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

UÉ será palco de dois eventos internacionais centrados na temática do património cultural

A Universidade de Évora (UÉ) vai receber a partir de 24 de janeiro, e até ao dia 30, a Winter School do ED ARCHMAT (European Joint Doctorate in ARchaeological and Cultural Heritage MATerials Sciences) e, em simultâneo, o 9.º Encontro interino do E-RIHS-PP (European Research Infrastructure for Heritage Science), dois eventos internacionais que vão reunir representantes dos mais prestigiados centros de investigação em património cultural.

Por um lado, de 24 a 30 de janeiro, decorrerá a Winter School, sob o tema “Developing entrepreneurial, Project management and Communication transversal skills applied to the Cultural Heritage sector”, com um programa que reúne assuntos dentro de várias áreas do património cultural, tais como o desenvolvimento de projetos em rede, estudos integrados, gestão de coleções, documentação, divulgação, gestão de riscos, preservação e conservação. Estes temas em debate serão abordados através de case-studies, workshops e visitas técnicas apresentados por um painel de investigadores internacionais e nacionais de excelência proveniente dos centros I&D das universidades parceiras, entre as quais a Universidade de Évora, através do Laboratório HERCULES e da Plataforma Portuguesa da Infraestrutura de Investigação Europeia em Ciências do Património, E-RHIS.

E de 28 a 30 de janeiro, decorre o 9.º Encontro interino do E-RIHS, uma iniciativa que irá reunir representantes dos centros de investigação a nível europeu, como é o caso de Samanta Isaia, diretora do Museu de Antiguidades Egípcias de Turim, que trabalham em rede para formar uma infraestrutura para pesquisa, interpretação, conservação, documentação e gestão do património cultural. Participam neste encontro instituições de 16 países: Alemanha, Bélgica, Chipre, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, Países Baixos, Polónia, Portugal, República Checa e Reino Unido. Cada um destes países possui plataformas para investigação que fornecem ferramentas e serviços avançados de grupos de pesquisa interdisciplinares para utilizadores científicos que se dediquem ao avanço do conhecimento sobre património, bem como de estratégias inovadoras para sua preservação.

A plataforma Portuguesa E-RIHS.PT é constituída pelo Laboratório HERCULES  da UÉ, o LNEC (Laboratório Nacional de Engenheira Civil) e o Laboratório José de Figueiredo (DGPC).

As palestras serão transmitidas on-line via streaming no 1º dia da Winter School ED-ARCHMAT e o acesso ao programa e às palestras está disponível AQUI na área streaming.

Será pedido um código de acesso que pode ser solicitado entrando em contacto através do email dissemination@ed-archmat-ejd-eu. A língua oficial é o Inglês.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022