Últimas:
Coordenadora da Pastoral do Ensino Superior demite-se devido a posição do Bispo de Beja – TDS
Siga-nos

Notícia TDS

Coordenadora da Pastoral do Ensino Superior demite-se devido a posição do Bispo de Beja

A agora demissionária refere que ‘Não há lugar para o silêncio e a passividade’.

Publicado

em

Demissão

Maria Pedro pediu a demissão de todas as funções que exercia

A coordenadora do serviço  da Pastoral do Ensino Superior da Diocese de Beja acaba de apresentar a sua demissão, apurou a TDS.

Em causa as declarações do Bispo de Beja sobre os abusos sexuais na Igreja.

Maria Pedro cessou igualmente funções na equipa nomeada pelo próprio Bispo de Beja para preparar e acompanhar  a fase diocesana do Sínodo dos Bispos 2021-2024.

Em nota da própria autora, a que a TDS teve acesso, justifica a sua renúncia aos cargos por ” não se identificar com um qualquer exercício de poder clerical em igreja,  sobretudo se em dissonância com o magistério do Santo Padre”, refere.

E adianta que em circunstância alguma admite “abusos de poder”.

E adianta: “Os acontecimentos do último mês e as ações, e mais ainda as omissões deliberadas, em que se precipitaram estruturas de poder eclesiástico em Portugal tem-me deixado triste e indignada. Por isso mesmo e por maioria de razão, as mais recentes declarações públicas do Senhor Bispo de Beja impelem-me a agir e, ao mesmo tempo, impedem-me de continuar a exercer qualquer função que resulte de nomeação por si feita”.

Maria Pedro justifica assim a sua saída deixando de coordenar a equipa do serviço pastoral do Ensino Superior de Diocese de Beja assim como a participação na equipa nomeada para preparar e acompanhar a fase diocesana do Sínodo dos Bispos.

A finalizar a professora universitária refere que: ” Não há lugar para o silêncio e a passividade. Continuo a caminhar, em Igreja, em conversão pessoal e procurando ser parte da conversão social, sempre em comunhão com o Papa Francisco”, conclui.

 

Continuar a ler
Publicidade
x
error: O conteúdo está protegido!!