Últimas:
Música nas aldeias de Alcácer do Sal para ‘desdramatizar’ confinamento. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Agenda

Música nas aldeias de Alcácer do Sal para ‘desdramatizar’ confinamento.

A atividade prolonga-se até ao dia 1 de maio de 2021.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Câmara Municipal inicia intervenção sociocultural dirigida a aldeias e lares do concelho

 ” Iniciativa já começou “

O Município de Alcácer do Sal, em parceria com a Associação Cultural Espiral Sonora, iniciou a iniciativa “Tempos e Contra Tempos”.

Pretende-se desdramatizar o processo de confinamento e de quarentena profilática nas residências, aldeias e lares de idosos no concelho de Alcácer do Sal.

A ideia é ajudar no  processo de confinamento e de quarentena e ajudando os idosos e toda a população a aceitar a sua própria situação, utilizando o riso e a música como estímulo libertador de tensões e devolvendo-lhes a condição de humanidade através dos afetos, emoções e do bem estar mental.

A atividade prolonga-se até ao dia 1 de maio de 2021.

Agenda

Revelados segredos do Teatro Garcia de Resende

Visitas organizadas pela Câmara de Évora são gratuitas e encenadas por atores.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

“Segredos do Teatro Garcia de Resende revelados em ciclo de seis visitas guiadas e encenadas”

Dar a conhecer a história e o interior do Teatro Garcia de Resende (TGR), que reabriu ao público a 01 de junho, após conclusão das obras de requalificação que decorreram ao longo do último ano, é o objetivo de um conjunto de seis visitas agendadas para as sextas-feiras nos dias 11, 18 e 25 junho e 2, 23 e 30 de julho, sempre às 18h.

Com a duração de duas horas, as visitas organizadas pela Câmara de Évora são gratuitas e encenadas pelos atores Maria Marrafa e Jorge Baião. As reservas devem ser feitas pelo telefone 266 703 112 com limite máximo de 10 pessoas por visita. 

O Teatro Garcia de Resende completou, precisamente no dia da sua reabertura, 129 anos de existência (foi inaugurado em 1892). Considerado um dos mais belos teatros portugueses, com um palco à italiana e uma impressionante maquinaria de estilo barroco, ainda em funcionamento, construída para a realização de óperas, faz parte da Rede Europeia de Teatros Históricos. 

O TGR volta, assim, a ser um espaço de cultura aberto a toda a população, que se pretende afirmar como um centro de criação e experimentação, no qual caibam as diversas linguagens artísticas: do teatro à música, passando pela dança e o cinema, o palco do Teatro é lugar de “encontro de todas as expressões, liberdades e igualdades no prosseguimento da descentralização da cultura e da cultura para todos.” 

Recorde-se que a requalificação do TGR incidiu na melhoria da segurança, funcionalidade e conforto, centrada na segurança contra incêndios, estabilidade estrutural, redes de água e esgotos, eletricidade e ventilação. A intervenção agora concretizada permite adequar a centenária sala de espetáculos às exigências dos tempos atuais, constituindo-se, também, como inegável mais-valia no contexto da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura 2027. 

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!