Siga-nos

Sociedade

Museu-casa de Salgueiro Maia nasce 45 anos depois de ‘abril’

Museu-casa nasce de uma vontade e pedido último do Capitão de Abril, que legou o seu espólio à terra onde quis ser sepultado para que um dia nela existisse um museu dedicado à exaltação dos valores de Abril.

Avatar

Publicado

em

No ano em que se celebram os 45 anos de Abril, e os 75 anos sobre o nascimento de Salgueiro Maia, será lançada a primeira pedra do espaço museológico Casa de Cidadania Salgueiro Maia.

O espólio de Salgueiro Maia deixado a Castelo de Vide por seu testamento inclui objetos notáveis da história recente de Portugal, ligados ao dia 25 de Abril de 1974, entre os quais a granada que levava na mão quando avançava na rua do Arsenal, o megafone com que ao longo do dia foi dando as suas instruções e a farda que usava.

A Casa de Cidadania Salgueiro Maia é um projeto da Câmara Municipal a instalar no Castelo de Castelo de Vide, Monumento Nacional afeto à Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo).

A candidatura aos fundos comunitários foi efetuada pela DRCAlentejo, dona da obra, tendo sido celebrado um protocolo com o Município de Castelo de Vide que assumirá os valores correspondentes à contrapartida nacional.

A Secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, irá presidir às cerimónias.

 

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Sociedade

Simulacro em aldeias de Odemira para ensinar as populações a fugir dos incêndios

O Programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras” foi implementado em aldeias que possuem freguesias identificadas como tendo maior risco no âmbito da defesa da floresta contra incêndios.

TDS noticias

Publicado

em

As aldeias de Lameiros, na Freguesia de S. Luís, e Vale Ferro, na Freguesia de Relíquias, no concelho de Odemira, vão receber Simulacros do Programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”, que se esta terça feira, a partir das 15.00 horas.

Para a concretização deste simulacro foram designados um Oficial de Segurança da Aldeia e um seu Substituto, em cada aldeia, bem como identificados locais de abrigo coletivo, através de sinalização. O Oficial de Segurança da aldeia terá como missão transmitir avisos à população, organizar a evacuação do aglomerado em caso de necessidade e fazer ações de sensibilização junto da população.

Em 2018 foram promovidos simulacros do Programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras” em outras duas aldeias do concelho de Odemira, designadamente nas aldeias de Moitinhas (freguesia de Sabóia) e Corte Malhão (freguesia de S. Martinho das Amoreiras).

A execução do Programa “Aldeias Seguras, Pessoas Seguras” resulta da cooperação entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o Município de Odemira, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, os Bombeiros Voluntários de Odemira, a Guarda Nacional Republicana e as Juntas de Freguesias de S. Luís e de Relíquias.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento