Siga-nos

Autarquias

Município de Avis adere à Rota da EN2

Com uma extensão de 738,5 km, esta mítica via que atravessa Portugal continental de norte a sul,“cortando” o país ao meio entre o este e o oeste e cruzando 11 dos seus 18 distritos, passa no concelho de Avis, aproximadamente, entre os Kms 466 e 469, na Freguesia de Aldeia Velha.

Avatar

Publicado

em

O Município de Avis aderiu à Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2 (EN2), uma Associação que tem como fim principal o desenvolvimento turístico e a promoção económica e cultural dos Municípios que foram atravessados pela antiga Estrada Nacional n.o 2.

Passaporte da EN2 por 1€ à venda no posto de turismo de Avis

A Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2, pretendendo incentivar os turistas nacionais e estrangeiros a atravessarem a Rota da EN2, lançou o Passaporte da EN2, através do qual podem os seus possuidores ir recebendo carimbos pelos locais por onde vão passando, ao longo desta grande Rota que se estende de Chaves até Faro.

Autarquias

CP recusa descontos e Câmara de Vendas Novas condena.

Autarquia diz que utentes não podem ser prejudicados, em relação a outras áreas geográficas do país

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Câmara Municipal de Vendas Novas condena postura da CP e exige descontos na tarifa do transporte ferroviário no Alentejo Central

Em comunicado o Município de Vendas Novas refere que desde Abril tem vindo a desenvolver negociações com a CP – Comboios de Portugal, para implementação do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) ao transporte ferroviário no Alentejo Central. Segundo avança a operadora deu a entender que era concretizável esta pretensão da autarquia.

A CP acaba de resolver que não é possível, justificando que no Alentejo Central apenas circulam composições afetas ao serviço intercidades, e que “a sua aplicação nesta área geográfica implicaria a generalização da redução tarifária nos Intercidades a todo o país, não havendo para tal capacidade de resposta da CP”, refere na sua justificação.

E adianta que “se está a estudar um novo modelo de oferta que contemple a introdução de comboios regionais”.

A autarquia já tomou posição e afirma ‘que, o facto de existirem apenas serviços intercidades nesta sub-região não pode ser um impedimento ao acesso de todos os cidadãos do Alentejo Central à redução tarifária nos transportes ferroviários e que os utente s que utilizam o Flexipass em Vendas Novas e Évora não podem ser prejudicados, em relação a outras áreas geográficas do país’, conclui a autarquia liderada por Luís Dias.

A Câmara Municipal de Vendas Novas, aprovou, por unanimidade, uma tomada de posição sobre a aplicação imediata do PART ao transporte ferroviário de passageiros no Alentejo Central.

No documento está explicita a vontade da autarquia em resolver o assunto, deliberando exigir ao governo e à empresa CP a aplicação do Programa, com caráter imediato, de modo a garantir a igualdade de oportunidades entre todos os cidadãos, sem prejuízo de uma ulterior reformulação da oferta.

O mesmo documento reforça que não é possível pensar uma estratégia de desenvolvimento e coesão territorial para a região, sem resolver o problema das acessibilidades, pois é essencial para tornar o Alentejo um território atrativo, capaz de fazer face aos desafios de futuro, e assim contribuir para as metas de redução das emissões de CO2. Condena ainda a atual postura da CP face à aplicação do PART no Alentejo Central, que tem conduzido ao agudizar de assimetrias, impedindo o acesso dos munícipes a verdadeiras condições de igualdade, desenvolvimento e integração social.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul