Últimas:
MP arquiva processo de Eduardo Cabrita no atropelamento da A6 – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Justiça

MP arquiva processo de Eduardo Cabrita no atropelamento da A6

Processo volta a ter apenas um arguido.

Publicado

em

Eduardo Cabrita

MP diz que ‘não teve qualquer responsabilidade no atropelamento mortal na A6’

O Ministério Público arquivou o processo relativo a Eduardo Cabrita no caso do atropelamento mortal na A6.

“Considerou-se que não era responsabilidade dele. Ou seja, que Eduardo Cabrita não tinha obrigação de vigiar a condução do motorista”, explicou à CNN Portugal o advogado do antigo ministro, Magalhães e Silva.

Segundo acrescentou Magalhães e Silva, a investigação considerou ainda que “Eduardo Cabrita nem sequer tinha condições para estar atento à condução que estava a ser feita, uma vez que se encontrava ocupado com trabalho, a fazer telefonemas e a mandar sms”.

Além de Eduardo Cabrita também o chefe de segurança do ex-titular da pasta da Administração Interna viu o seu processo ser arquivado.

Assim, o caso volta a ter apenas como único arguido, o motorista da viatura, acusado de homicídio simples.

Crime

Dois homens detidos em Azinheira de Barros(Grândola) por incêndio florestal.

Homens vão ser presentes a Tribunal

Publicado

em

Grândola, Azinheira de Barros

Dois detidos por incêndio florestal

O Comando Territorial de Setúbal, através do Posto Territorial de Grândola, no dia 17 de maio, deteve dois homens de 68 e 69 anos por incêndio florestal, na localidade de Azinheira de Barros, em Grândola.

Na sequência de um alerta que estaria  a deflagrar um incêndio florestal, os militares da Guarda deslocaram-se ao local e, após diligência policiais, constaram a presença de dois homens, que teriam efetuado uma queimada sem autorização para o efeito.

A referida queimada ficou fora de controlo, provocando um incêndio que consumiu cerca de 5,5 hectares de pasto e vegetação.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Grândola, para aplicação das medidas de coação.

A GNR relembra que:

·         As queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal;

·         A realização de queimadas, de queima de amontoados e de fogueiras é interdita sempre que se verifique um nível de perigo de incêndio rural «muito elevado» ou «máximo», estando dependente de autorização ou de comunicação prévia noutros períodos;

Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção ambiental e dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Continuar a ler

Crime

GNR de Beja recuperou 54 relógios roubados.

O suspeito de 35 anos foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Cuba.

Publicado

em

Pedrogão

Recuperação de material roubado

O Comando Territorial de Beja, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Beja, no dia 11 de maio, recuperou diverso material roubado, no concelho de Pedrogão.

No seguimento de uma investigação de vários roubos que ocorreram no distrito de Beja, os militares da Guarda encetaram diligências policiais que culminaram com o cumprimento de um mandado de busca em veiculo e com a apreensão de 54 relógios de diversas marcas e modelos, que tinham sido roubados.

O suspeito de 35 anos foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Cuba.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!