Siga-nos

Política

Morreu Miranda Calha

Antigo político faleceu de doença súbita.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Miranda Calha foi Governador Civil de Portalegre e Presidente da câmara local.

O antigo secretário de Estado da Administração Regional e Local, secretário de Estado do Desporto e secretário de Estado da Defesa Nacional, morreu hoje de doença súbita.Júlio Miranda Calha foi deputado à Assembleia Constituinte e à Assembleia da República entre 1976 e 2019, desempenhou vários cargos políticos a nível nacional e Local tendo sido Governador Civil de Portalegre.

O percurso de Miranda Calha

Professor e político português, Júlio Francisco Miranda Calha nasceu a 17 de novembro de 1947. Militante do Partido Socialista, pelo círculo eleitoral de Portalegre, é licenciado em Filologia Germânica e tem o Curso Superior de Ciências Pedagógicas. Entre os vários cargos exercidos, destacam-se os seguintes: presidente da Câmara Municipal de Portalegre, presidente da Assembleia Municipal de Portalegre e governador civil de Portalegre. Miranda Calha foi ainda secretário de Estado da Administração Regional e Local, secretário de Estado do Desporto e secretário de Estado da Defesa Nacional. Exerceu também funções de deputado na Assembleia da República nas I, II, III, IV, V, VI, VII e VIII Legislaturas e foi presidente da Comissão Parlamentar de Defesa Nacional. Publicou os livros Dois Anos de Governo, Dois Anos de Desporto e Um Rumo para o Desporto. Faz parte da Comissão Nacional Eleita no XIII Congresso Nacional do Partido Socialista.

Política

Protocolo entre Governo e Câmara de Estremoz para acompanhar comunidades nómadas.

MAI prorroga protocolo de colaboração com o Município de Estremoz e a Associação Letras Nómadas

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Ministério da Administração Interna vai prorrogar o protocolo de colaboração com o Município de Estremoz e com a Associação “Letras Nómadas” para Mediação Intercultural no concelho.

“MAI prorroga Protocolo de Colaboração com o Município de Estremoz e a Associação Letras Nómadas”

A decisão foi tomada durante a reunião que teve lugar hoje entre o Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, o Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, Francisco Ramos, e a Vereadora para a área da Ação Social, Márcia Oliveira.

A reunião, que se realizou a pedido do presidente da autarquia, analisou a situação social e de segurança no concelho.

Foram abordadas várias dimensões do sentimento de segurança da população de Estremoz, concluindo-se que o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, desde 2018, entre o Ministério da Administração Interna e o Município apresenta resultados muito positivos, devendo a parceria entre ambas as partes continuar, no futuro, com a mesma proximidade e empenho.

O protocolo que agora vai ser prorrogado por mais seis meses foi assinado em outubro do ano passado e visa o acompanhamento social das comunidades nómadas residentes na região.

Este acompanhamento é feito por uma mediadora cultural, para o estabelecimento de um diálogo assertivo e consensual entre as várias comunidades.

O protocolo é financiado pela área governativa da Administração Interna, com receitas dos jogos sociais, e tem uma validade de 6 meses.

O governo não adianta os valores envolvidos.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!