Siga-nos

Economia

Missão Alentejo Global Invest mostra ‘novo Alentejo’ ao mundo 

“O grande objetivo destas missões é a contribuição concreta para que estes investimentos venham consolidar este ‘novo Alentejo’ e o esforço que tem sido feito para dotar a região destas infraestruturas”, afirma Roberto Grilo.

Avatar

Publicado

em

Uma comitiva do Alentejo esteve, durante a última semana, nos Estados Unidos da América, no âmbito do Projeto Alentejo Global Invest. ‘Uma missão coordenada pela ADRAL e que vem dar continuidade à estratégia de promoção internacional da região Alentejo enquanto destino de excelência para investimento direto estrangeiro’, explica José Calixto.  Fizeram parte desta comitiva o Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Roberto Grilo, o Presidente da ADRAL, José Calixto, o Presidente da EDIA, José Pedro Salema e vários empresários do Alentejo.

Para o Presidente da Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo é claro que ‘A economia do Alentejo está bem diferente de décadas anteriores’ e que ‘as infraestruturas oferecem condições ideais para captar o interesse de investidores da Califórnia’.

Roberto Grilo, Presidente da CCDR Alentejo(na foto) considera que ‘esta foi uma missão ambiciosa, mas que revela a orientação do Alentejo para os mercados internacionais, tanto nas operações portuárias como no setor agroalimentar’. 

‘O grande objetivo destas missões é a contribuição concreta para que estes investimentos venham consolidar este ‘novo Alentejo’ e o esforço que tem sido feito para dotar a região destas infraestruturas’, afirma Roberto Grilo. O Presidente da CCDR Alentejo mostra-se confiante no retorno de investidores e revela que foi discutida a preparação de uma missão inversa que levará entidades e empresas a visitar o Alentejo, para que sejam concretizados investimentos.

Uma anterior missão à China, também no âmbito do projeto Alentejo Global Invest, culminou com acordos de exportação de carne de porco no valor de 300 milhões de euros entre 2019 e 2020, e segundo Roberto Grilo, uma missão semelhante está a ser preparada, desta vez com destino ao Brasil.

O Alentejo exportou 3 milhões de euros em 2017 e superou os 3,5 milhões em 2018, com foco nos mercados intracomunitários de Espanha, França e Alemanha. ‘Um crescimento notório que irá continuar’, afirma José Calixto. 

A missão Alentejo Global Invest à Califórnia teve uma vertente agroalimentar com foco no vale central da Califórnia, onde existe uma grande comunidade luso-americana e a atividade agropecuária é dominante.

Para Roberto Grilo ‘o Alentejo tem a capacidade de exportar boas práticas nas atividades de cultivo, rega e produtividade, igualando em muitos casos à Califórnia e até se diferenciando noutros’.

‘O Alqueva é uma das grandes infraestruturas que o Alentejo tem, com capacidades múltiplas, e temos que dizer ao mundo que a temos’, salientou o Presidente da ADRAL, que explicou ainda que ‘um dos objetivos desta missão foi dar a conhecer as capacidades de uma região que não é tão conhecida como outras zonas agrícolas europeias’. “O agroalimentar expandiu exponencialmente nos últimos anos com o perímetro de rega da barragem de Alqueva e irá crescer ainda mais”, disse José Calixto, que revelou que está em curso um projeto de expansão com investimento de 550 milhões de euros que irá aumentar a zona de regadio em 40%.

‘Esse terreno que vai ser irrigado é uma oportunidade para os que queiram apostar numa zona da Europa que está servida por um dos maiores portos de águas profundas, uma entrada no continente europeu, e uma ligação preferencial com a América por estar na ponta Oeste’, finalizou o presidente da ADRAL.

‘Esta missão permitiu divulgar as condições vantajosas que o Alentejo detém par atrair investimento para o território, garantindo competitividade à escala global’, acrescentou ainda Roberto Grilo.

O presidente da ADRAL relevou ainda a importância da AICEP nesta deslocação, referindo que ‘a capilaridade e proeminência local da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal tem sido fundamental nas missões do Alentejo Global Invest’.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Economia

Presidente da Câmara de Vendas Novas exige reunião com a CP

Luis Dias, presidente da Câmara de Vendas Novas exige descontos também na CP

TDS noticias

Publicado

em

O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, por proposta do Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas, Luís Dias, aprovou uma tomada de posição que exige uma reunião com a CP, de modo a incluir no Programa de Apoio à Redução Tarifária, os passes dos utilizadores do transporte ferroviário.

Para além disso, o Conselho decidiu ainda fixar o desconto nos passes mensais de transportes rodoviários de todos os residentes no Alentejo Central em 60% do seu valor.

Na tomada de posição, que transcrevermos, é clara a intenção dos autarcas:

«No âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária, PART, estatuído pelo Despacho n°1 234-N201 9, de 4 de fevereiro, foi deliberado em reunião do Conselho Intermunicipal de dia 19 de Março de 2019 que o apoio à redução tarifária seria aplicado aos transportes públicos com origem no território abrangido pela Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC), independentemente do destino dos utilizadores e a percentagem deste apoio foi então fixada em 32%.

Posteriormente esta redução tarifária ampliou-se, fixando-se nos 60%. Contudo até ao momento, o PART não abrange os passes dos utilizadores do transporte ferroviário, apesar da insistência do Município de Vendas Novas e da CIMAC, que estranham a resistência da CP em não permitir a sua aplicação e os sucessivos adiamentos das reuniões agendadas com o intuito de encontrar um entendimento.

Assim, em reunião do Conselho Intermunicipal da CIMAC de 16 de julho de 2019, foi aprovada por unanimidade a proposta do Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas para a assunção desta tomada de posição, que exige uma reunião imediata com a CP, com o propósito legítimo de incluir no Programa de Apoio à Redução Tarifária os passes dos utilizadores do transporte ferroviário.»

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento