Siga-nos

Justiça

Ministério Público procede a averiguações sobre o lar de Reguengos.

MP quer saber mais sobre mortes de Reguengos de Monsaraz

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto de Reguengos

“Ministério Público quer encontrar justificações para as mortes de Reguengos”

A TDS sabe que o Ministério público está a proceder a averiguações sobre o lar de Reguengos de Monsaraz com o objectivo de abertura de um inquérito.

Reguengos de Monsaraz regista o maior surto verificado no Alentejo já com 16 mortes  registadas.

Continuar a ler
Publicidade
1 Comentário

1
Deixe um comentário

avatar
700
1 Respostas ao comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentários com mais reações
Comentários mais populares
1 Autores dos comentários
Anonimo Autores dos comentários mais recentes
mais recentes mais antigas mais votadas
Anonimo
Visitante
Anonimo

Devem averiguar lar reguenfos monsaraz ver como idosos são tratados enquanto á lares torre vedras mil vezes melhor esse lar reguengos monsaraz, pelomenos torre vedras fazem actividades com idosos esse lar depositos de idosos tratamdos minimos nemactividadea fazem com eles deviam inveatigar condições do lar reguengos monsaraz por lado e bom hqver casos covid19 no lar assim veempessimas condiçoões do lar onde podia ser bom lar pk quem doou antes morrerqueria que fosse bom lar podia ser não é

Crime

Grândola – Prisão preventiva por violência doméstica

Homem tem 59 anos de idade

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Comando Territorial de Setúbal, através do Posto Territorial de Grândola, deteve um homem de 59 anos, no âmbito de um processo por violência doméstica, em Grândola.

“…prisão preventiva para agressor “

Na sequência de uma denúncia, os militares da Guarda deslocaram-se à morada da vítima, uma mulher de 53 anos, e verificaram que o agressor se encontrava à porta do referido local, que ao aperceber-se da presença da GNR iniciou a fuga, tendo sido alcançado pelos militares da Guarda que imediatamente realizaram a sua detenção.

O suspeito em questão já tinha sido julgado anteriormente pelo crime de violência doméstica, onde lhe havia sido decretada, por ordem judicial, a proibição de permanecer no concelho de Grândola e a utilização de pulseira eletrónica.

Após a detenção foi encaminhado para as instalações da GNR, tendo sido presente ao Tribunal Judicial de Grândola onde lhe foi decretada a medida de coação de prisão preventiva.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!