Siga-nos

Crime

Militares da GNR fizeram cordão para esconder arguidos

Um militar preso em casa, todos suspensos de funções e proibidos de falar com colegas dos postos de Odemira e Vila Nova de Milfontes.

Avatar

Publicado

em

Mais de uma dezena de militares da GNR dos postos de Vila Nova de Milfontes e de Odemira fizeram um cordão junto ao único acesso ao Tribunal de Odemira para dificultar o trabalho dos jornalistas.

Os militares, todos à civil, concentraram-se durante horas até terem sido conhecidas as medidas de coação dos 5 militares.

A TDS sabe que apenas um dos militares terá confessado que existiram agressões na habitação dos imigrantes nepaleses com os restantes a defenderem que existiu apenas uma rixa num restaurante de Almograve, Odemira.

A medida de coação mais gravosa aplicada pelo Tribunal de Odemira foi a de prisão domiciliária para o militar André Ribeiro, detido no posto da GNR de Odemira. André Ribeiro é dirigente da Associação Socioprofissional Independente da Guarda (ASPIG) da qual poderá vir a ser afastado. Para já o militar está a ser ‘defendido’ pelo advogado da Associação.

Todos os 5 elementos ficaram suspensos de funções da GNR pelo Tribunal e proibidos de manter contacto com militares dos postos da GNR de Vila Nova de Milfontes e Odemira.

Os detidos, estão indiciados pelos crimes de sequestro, invasão de domicílio e ofensas à integridade física agravadas.

Crime

Sesimbra – Apreensão de 475 kg de sardinha

O pescado foi entregue à lota para sujeição ao regime da primeira venda.

TDS noticias

Publicado

em

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento Controlo Costeiro de Setúbal, hoje, dia 24 de junho, em Sesimbra, apreendeu 575 quilos de sardinha, com um valor estimado de 4 025 euros.

No âmbito de uma fiscalização a uma embarcação, foi verificado que o limite diário de captura admissível para esta espécie, 3 188 quilos, foi ultrapassado, tendo sido apreendido o excedente. Foi identificado o Mestre da embarcação, de 52 anos, e elaborado o respetivo auto de contraordenação, cuja coima pode atingir 37 500 euros.

A sardinha (Sardina pilchardus) é um recurso de interesse estratégico para a pesca portuguesa, para a indústria conserveira e para as exportações de produtos da pesca e do mar, assumindo uma particular relevância em termos socioeconómicos em várias comunidades piscatórias.

O recurso deve ser explorado de modo a garantir, no longo prazo, a sustentabilidade ambiental, económica e social da pescaria, dentro de uma abordagem de precaução, definida com base nos dados científicos disponíveis, procurando-se simultaneamente assegurar os rendimentos da pesca aos seus profissionais.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento