Siga-nos

Saúde

Médicos apelam à Ministra da Saúde para intervenção urgente no Litoral Alentejano

Hospital do litoral em perigo de ‘perder’ novas especialidades

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Sindicato Independente dos Médicos/Alentejo, em comunicado, apela à Ministra da Saúde para que ‘tenha uma intervenção urgente com vista à resolução dos problemas’, refere a nota.

O SIM/Alentejo diz que ‘tem verificado a degradação progressiva dos cuidados de saúde na região do Litoral Alentejano, com a perda sucessiva de valências a nível de especialidades hospitalares e a degradação dos serviços ao nível dos Centros de Saúde, com a crescente contratação de médicos não especialistas que ocupam as vagas de médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar, não havendo quaisquer perspetivas de medidas de resolução por parte da Administração’, conclui.

No comunicado é referido que em abril de 2019 verificou-se a saída do único Gastroenterologista do Hospital Litoral Alentejano, ‘devido à inexistência de condições de trabalho e de segurança para poder continuar a cumprir a sua missão’, refere.

O SIM afirma que ‘está em risco iminente a perda das Especialidades de Neurologia e Urologia’. É referido ainda que se ‘ verifica a inexistência de Pediatras no Serviço de Urgência de Pediatria’.

Saúde

Hospital de Portalegre realizou primeira ‘remoção do estômago’

O Hospital de Portalegre alia a capacidade já adquirida e plenamente instalada nas cirurgias ao recto, cólon, vias biliares e hérnias abdominais e gástricas por via laparoscópica, à capacidade no tratamento cirúrgico do cancro gástrico.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

No Hospital Dr. José Maria Grande, em Portalegre, foi realizada, a primeira gastrectomia (remoção do estômago) por via laparoscópica, encontrando-se o doente plenamente recuperado no seu domicílio.

 Esta técnica permite operar o estômago, recorrendo apenas a pequenas incisões no abdómen do doente, utilizando uma câmara para auxiliar os cirurgiões a observar, em pormenor, o que tem de se retirar.

Desta forma, à recuperação mais rápida do doente por ser praticamente indolor, junta-se uma maior capacidade de distinguir o que está doente e que tem de ser retirado, nas melhores condições de segurança.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul