Siga-nos

Economia

Matadouro de Reguengos de Monsaraz exporta 150 toneladas de carne por semana para o oriente.

Só no matadouro Alentejano o volume de negócios em 2020 deverá ultrapassar os 100 milhões de euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Semanalmente saem 150 toneladas de carne do matadouro de Reguengos de Monsaraz para o oriente.

O DN (Diário de Notícias) refere na sua edição de domingo que diariamente saem do matadouro da Maporal, em Reguengos de Monsaraz, perto de 150 toneladas de carne com destino ao oriente.

“E se produzíssemos mais, vendíamos mais”, garante o CEO Marco Henriques. O sentimento estende-se um pouco por toda a planície.

O artigo refere que “Começar a exportar para a China fez com que as vendas nacionais de carne de porco para o estrangeiro mais do que duplicassem.”

Só na Maporal, o volume de negócios vai ultrapassar em 2020 os 100 milhões de euros.

A fome que deu em fartura em Reguengos deve-se a um surto de peste, que faz com que o gigante asiático esteja a perder 25% da sua produção de carne de porco, o equivalente a toda a produção europeia.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Economia

EDP quer antecipar encerramento da Central de Sines para 2021

Dois anos antes do que o governo tinha proposto.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Central Termoelétrica de Sines vai fechar mais cedo do que o previsto.

A notícia está a ser adiantada, em primeira mão, pela TVI. O Governo impôs o encerramento em 2023, por razões ambientais, mas a EDP está a preparar o seu encerramento antes, o que pode acontecer dentro de pouco mais de um ano.

Em causa está a falta de rentabilidade da produção a carvão.

O encerramento, a confirmar-se, apanha o Governo desprevenido. O seu encerramento pode por em causa a estabilidade do sistema elétrico no sul do país.

Segundo refere a TVI, “no limite pode haver “apagões” na zona Sul.” Para evitar tal cenário o Governo terá que acelerar a instalação de centrais a energia solar no Alentejo e investir numa nova linha de alta tensão a passar por Ferreira do Alentejo ( importante para servir o Algarve e “recolher” a nova produção do solar).

A central de Sines é responsável direta e indiretamente por cerca de 400 postos de trabalho.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022