Siga-nos

Autarquias

Maria das Dores Meira visitou instituições de Setúbal envolvidas na COVID

A autarca notou que, desde o início da pandemia e até ao momento, estiveram hospitalizados 14 doentes com Covid-19 no concelho de Setúbal.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A presidente da Câmara Municipal de Setúbal esteve no Hospital São Bernardo e na Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, no âmbito de um conjunto de visitas a instituições na linha da frente no combate à pandemia de Covid-19.

“Covid-19: visitas da Presidente a instituições”

Maria das Dores Meira expressou no hospital “um grande reconhecimento” pela forma “dedicada e intensa” com que médicos, enfermeiros e restante pessoal trabalha neste quadro de crise sanitária.

A autarca notou que, desde o início da pandemia e até ao momento, estiveram hospitalizados 14 doentes com Covid-19.

“Os restantes números divulgados não moram no concelho e não houve nenhum óbito”, acrescentou após a visita ao Hospital de São Bernardo.

A visita de hoje a esta unidade da primeira linha no combate à pandemia em Setúbal incluiu uma reunião, na qual, entre outros responsáveis, participou o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Setúbal, Manuel Roque.

Além do ponto de situação dos dois últimos meses no que diz respeito à capacidade de resposta do hospital ao coronavírus, o encontro serviu para se traçarem perspetivas do que irá ser feito, nas próximas semanas, em relação a infraestruturas, circuitos e reorganização interna.

Já o coordenador do Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros de Setúbal, José Luís Bucho, sublinhou que o balanço é positivo e que o hospital soube readaptar-se. “Note-se, por exemplo, que o serviço de urgências e os tratamentos oncológicos continuaram em funcionamento, em dois blocos diferentes.”

Esta quinta-feira, a presidente Maria das Dores Meira esteve também no quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal para fazer o ponto de situação do que tem sido a atividade regular do município e das juntas de freguesia em relação à entrega de bens essenciais às famílias carenciadas do concelho.

Os pedidos são feitos através de uma linha de emergência gratuita (800 212 216), criada a 24 de março pela Comissão Municipal de Proteção Civil de Setúbal, num serviço que conta com voluntários do município, das juntas de freguesia e de diversas entidades com responsabilidades na área da inclusão social.

“Estamos a entregar, por semana, 327 cabazes”, adiantou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal.

Os voluntários anotam a lista de compras e inicia-se uma rede de apoio que passa pela aquisição de produtos alimentares ou de higiene nos supermercados e de medicamentos nas farmácias e termina à porta ou à janela de quem solicita ajuda.

O pedido é analisado pela junta de freguesia do requerente para eventual integração em redes de apoio de distribuição de alimentos e medicamentos.

O banco de alimentos criado para dar resposta à distribuição de bens essenciais fica instalado na Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, onde esteve esta tarde a presidente da Câmara Municipal, acompanhada do vereador da Proteção Civil, Carlos Rabaçal, juntamente com os presidentes das cinco freguesias do concelho.

Autarquias

Comporta já tem pré-tratamento de esgotos.

O investimento total neste novo sistema cifra-se em quase 2,9 milhões de euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Comporta já tem pré-tratamento de esgotos e nova ETAR permitirá reaproveitar águas

“Nova ETAR permite reaproveitar águas”

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, acompanhado pela vereadora Ana Soares, esteve ontem (22 de setembro 2020) de visita às instalações do novo Sistema de Tratamento de Águas Residuais – SAR da Comporta, obra que compreende uma Estação Elevatória – já concluída, e que iniciou ontem funções – de um Sistema Intercetor, de transporte de efluentes para a ETAR, e de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais.

O investimento total neste novo sistema cifra-se em quase 2,9 milhões de euros, cofinanciados pela União Europeia através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), e cujas empreitadas estão adjudicadas à Ambiágua – Gestão de Equipamentos de Água, S.A. (Sistema Intercetor) e ao consórcio Domingos da Silva Teixeira, S.A/DTE, Instalações Especiais, S.A. (ETAR). Prevê-se que o SAR da Comporta esteja totalmente concluído no primeiro semestre de 2021.

Após a confirmação da previsão do fim dos trabalhos na primeira metade de 2021, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer, Vítor Proença, afirmou que a construção do SAR da Comporta “é um motivo de grande satisfação para todo o Município de Alcácer, sendo também a concretização de um compromisso do Executivo Municipal e do próprio presidente da Câmara”.

Acrescentou depois que “toda a população da Comporta deve estar satisfeita com este novo passo”, sublinhando que naquele mesmo dia se deu “um passo muito grande na defesa do ambiente, com a entrada em funcionamento do sistema de pré-tratamento dos esgotos da Comporta”.

As novas instalações estão dimensionadas para tratar as águas residuais de uma população de cerca de 2.500 habitantes-equivalentes em época alta, podendo aumentar para mais de 5.000 habitantes.

Quando a ETAR estiver concluída, as águas residuais, depois do seu tratamento, vão ser reutilizadas em sistemas de rega na floresta da zona, facto pioneiro no Alentejo.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!