Siga-nos

Economia

Mais uma greve para 12 de agosto. Trabalhadores do Terminal XXI do Porto de Sines vão parar.

«Ruptura total» das negociações entre a PSA/Laborsines e o Sindicato XXI

TDS noticias

Publicado

em

O Sindicato XXI revelou que decidiu lançar um novo pré-aviso, fruto de uma «decisão tomada em Plenário de Trabalhadores».

Foi lançado «um segundo pré-aviso de greve para o período compreendido entre o dia 12 e 24 de Agosto, para as últimas 3 horas de cada turno», adiantou a entidade sindical.

«Ruptura total» das negociações entre a PSA/Laborsines e o Sindicato XXI

Entre os fundamentos deste pré-aviso de greve está, explica o sindicato, a «não resolução e aprovação das propostas salariais apresentadas em 9 de Novembro de 2018 dos Departamentos das Operações, Engenharia e Higiene e Segurança e Planeamento», que estiveram na base da primeira greve.

Mas não só. Entre as razões está também a «intransigência da empresa nas negociações», que levou à «ruptura total das mesmas».

«A reintegração dos 80 trabalhadores dispensados pela PSA/Laborsines nos meses de Junho e Julho», a «pressão inadmissível e inaceitável por parte de elementos pertencentes à Direcção de Operações e de engenharia junto dos trabalhadores dos departamentos de HST, Planeamento e Engenharia», a «não entrega do relatório prometido com a identificação do responsável pelo descalabro sucedido no plenário de 31 de Dezembro de 2018», a «não resolução das regras do dia de sobreposição do horário em vigor (M/T)» ou o «não cumprimento da lei em vigor sobre os dias seguidos de férias e não cumprimento da cláusula do acordo de Maio 2017 sobre a entrega do mapa de férias no dia 1 de Dez de cada ano», são outros dos fundamentos para o lançamento deste novo pré-aviso de greve.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Economia

O ZMAR, em Odemira, está à venda. Empresa declarou insolvência e o Eco Camping vai a leilão.

Valor base para venda é superior a 3 milhões de euros

TDS noticias

Publicado

em

A empresa que detém mais de 50% do Zmar Eco Camping, um dos parques de campismo e alojamento mais conhecidos no país, declarou insolvência. O espaço está à venda e irá a leilão no próximo dia 26.

O valor base é de 3.249.326 euros, como se pode ver no site da Leilosoc, empresa que está a organizar o leilão.

Em causa está a venda da participação social da Cravex, S.A. correspondente a 56,60% na empresa Multiparques a Céu Aberto, Campismo e Caravanismo em Parques, S.A.

De acordo com a informação disponível no site, o Zmar tem uma área total de 81 hectares e capacidade máxima para 1572 pessoas. É composto por um eco-hotel – bungalows de tipologias T1 a T3 -, parque de campismo com 90 metros quadrados, com água e eletricidade, um parque aquático, restaurante, bar, supermercado, escritório, equipamentos de apoio (balneários) e copa comunitária.

O espaço inclui ainda uma zona desportiva – que inclui Ténis, padel, polidesportivo (basquetebol, andebol e futsal), ginásio (yoga e relaxamento), spa (massagens bio, esfoliações corporais e faciais bio), zona de aventura (circuito de arvorismo, tiro com arco, passeios de bicicleta, percurso pedestre de manutenção, matraquilhos humanos, entre outros – e uma área infantil – com parque de diversões, eco workshops e ateliers, quinta pedagógica e centro de interpretação ambiental.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Setembro 2019
S T Q Q S S D
« Ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul - Web Development by IDEIAS FRESCAS https://ideiasfrescas.com