Últimas:
Juiz de Odemira suspenso – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Justiça

Juiz de Odemira suspenso

Magistrado já reagiu

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Juiz contra máscaras suspenso

“Suspensão polémica”

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) suspendeu preventivamente o juiz Rui Pedro Castro, do Tribunal de Odemira, que ficou conhecido por declarações negacionistas sobre o uso de máscaras e o confinamento no âmbito da pandemia de covid-19.

O inspetor responsável pelo inquérito disciplinar refere que a conduta imputada ao juiz/arguido “se mostra prejudicial e incompatível com o prestígio e a dignidade da função judicial”, opinião partilhada pelo vice-presidente do conselho que determinou a suspensão do magistrado.

Além da suspensão preventiva, o órgão de gestão e disciplina dos juízes decidiu ainda abrir um processo disciplinar ao magistrado.

Rui Pedro da Fonseca e Castro, que exerceu advocacia antes de entrar para a magistratura, já pertenceu ao grupo “juristas pela verdade” e agora manifesta a suas opiniões numa página de Facebook.

O juiz já reagiu a esta suspensão. Veja AQUI

Crime

Material informático furtado foi recuperado pala GNR

Homem de 27 anos foi identificado.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Vendas Novas – Recuperação de material informático furtado

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Montemor-o-Novo, hoje, recuperou diverso material informático furtado num estabelecimento comercial, em Vendas Novas.
Na sequência de uma denúncia relacionada com um furto de diverso material informático num estabelecimento comercial.

Os militares da Guarda levaram a cabo diligências policiais que permitiram dar cumprimento a um mandado de busca domiciliária, que culminou com a apreensão de diverso material furtado, destacando-se:

  • Uma lanterna;
  • Uma bolsa de transporte para computador portátil;
  • Um teclado;
  • Três ratos óticos;
  • Um disco externo;
  • Quatro carregadores universais;
  • Diversos cabos de ligação.

Os artigos apreendidos foram devolvidos ao legítimo proprietário.

Foi identificado um homem de 27 anos e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Montemor-o-Novo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!