Últimas:
Jovem do Grupo de Forcados de Elvas oferece 1 tonelada de peixe fresco. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Jovem do Grupo de Forcados de Elvas oferece 1 tonelada de peixe fresco.

Peixe foi oferecido a cerca de 200 famílias carenciadas do concelho de Elvas.

Foto: TDS (direitos reservados)
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Samuel Silva é o elvenses que ofereceu uma tonelada de peixe fresco para ajudar a população mais necessitada de Elvas

“Oferta foi feita este sábado e contou com a a ajuda do Grupo de Forcados de Elvas’

Samuel Silva, elvense e elemento dos Forcados de Elvas desenvolve a sua atividade profissional no Mercado Abastecedor de Lisboa mas não esqueceu as dificuldades que muitos conterrâneos estão a viver nesta altura.

O jovem empresário decidiu oferecer uma tonelada de peixe fresco para ser distribuído pelas cercas de 200 famílias que mais precisam no concelho.

A coordenação da distribuição foi de Maria de Fátima Magalhães que lidera vários projetos de solidariedade em Elvas. Com a ajuda de muitos voluntários o peixe foi distribuído pelas famílias assim como são os produtos canalizados para os mais necessitados.

“Neste tempo de pandemia a procura de ajuda tem sido maior”, referiu Fátima Magalhães que acompanhou os trabalhos de distribuição de peixe.

Maria de Fátima citou ainda palavras do Papa Francisco, “Porque pior que a pandemia do covid é a pandemia da indiferença”  a associação que lidera faz solidariedade todos os dias para minimizar o sofrimento de muitos.

Justiça

Juiz Ivo Rosa levanta arresto da propriedade da ex mulher de Sócrates, em Montemor o Novo.

Em causa o Monte das Margaridas propriedade de Sofia Fava.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arresto levantado ao Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo.

” Operação Marquês “

No despacho instrutório, proferido na sexta-feira, o juiz Ivo Rosa ordenou o levantamento imediato do arresto de vários bens imóveis dos arguidos, designadamente o Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo, adquirido pela ex-mulher de Sócrates Sofia Fava.

“Tendo em conta a decisão de não pronúncia relativamente aos crimes ora em causa, quanto aos saldos bancários apreendidos e bens imóveis arrestados, verifica-se que não existem indícios que as quantias e bens imóveis em causa são produto dos crimes de corrupção passiva de titular de cargo político imputados ao arguido José Sócrates”, lê-se no despacho.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!