Siga-nos

Crime

Jovem de 19 anos golpeou namorada com faca em Montemor o Novo.

Mulher está fora de perigo. Agressor está detido.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Crime em Montemor o Novo

“Jovem indiciado pelo crime de homicídio, na forma tentada”

A Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora, identificou, localizou e procedeu à detenção de um jovem, com 19 anos de idade, por sobre ele recaírem fortes indícios da prática de crime de homicídio, na forma tentada.

Os factos ocorreram no passado dia 29 de outubro, cerca das 19h00, no concelho de Montemor-o-Novo, quando o agressor, munido de uma arma branca, no seguimento de uma discussão com a namorada, a veio a golpear, na zona do abdómen.

Com esta ação, o autor causou ferimentos graves que obrigaram a intervenção hospitalar, não correndo a vítima, atualmente, perigo de vida.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, após o qual ficou sujeito à medida de obrigação de permanência na habitação, com vigilância eletrónica, a qual será implementada nos próximos dias, permanecendo, até lá, em prisão preventiva.

Crime

Oito pessoas detidas em Grândola por apanharem pinhas.

GNR apreendeu cerca de duas toneladas de pinhas mansas

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Comando Territorial de Setúbal, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) e do Posto Territorial de Grândola, ontem, dia 10 de novembro, apreendeu 1985 quilos de pinhas mansas, em duas ações distintas, no concelho de Grândola.

“Grândola – Apreensão de cerca de duas toneladas de pinhas mansas”

Na primeira ação, os militares intercetaram e detiveram dois indivíduos, de 38 e 41 anos, por furto de pinhas, na freguesia de Melides, tendo já na sua posse dois sacos com 15 quilos de pinhas. No decorrer das diligências policiais, foi realizada uma busca domiciliária que permitiu apreender 270 quilos de pinhas, 12 doses de haxixe e quatro armas brancas.

Os suspeitos foram detidos e constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Grândola.

Na segunda ação, os militares detetaram seis pessoas a apanhar pinhas mansas fora do período de colheita permitido, a pedido do proprietário da herdade.

Foi elaborado um auto de contra ordenação e apreendidos 1700 quilos de pinhas mansas, tendo os factos sido remetidos ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Continuar a ler

error: Content is protected !!