Siga-nos

Educação

Inaugurada exposição A Escola na Cidade – Escola Secundária Gabriel Pereira 100 anos

O evento finalizou com a representação da peça «Escola Industrial de Évora. Anos 40», pelo grupo de teatro Intemporal no Pavilhão Polivalente.

Avatar

Publicado

em

Até 7 de Junho pode conhecer a exposição A Escola na Cidade – Escola Secundária Gabriel Pereira 100 anos, que foi inaugurada esta semana (16 de Maio) na Biblioteca do referido estabelecimento de ensino, em Évora.

Esta mostra, aberta a toda a população e de entrada livre, evoca a escola ao longo do último século e decorre da parceria ente a Câmara Municipal de Évora, a Universidade de Évora (CIDEHUS.UÉ) e a Escola Secundária Gabriel Pereira.

A inauguração teve casa cheia. Antigos e actuais alunos, professores e funcionários, bem como representantes das instituições locais, marcaram presença. Entre outros, destacam-se, a Vereadora da Educação, Sara Dimas Fernandes, o Vereador do PSD, António Costa da Silva e o Presidente da Assembleia Municipal de Évora, Carlos Reforço.

Os convidados tiveram oportunidade de conhecer o trabalho de grande qualidade desenvolvido na escola com a visita à exposição dinamizada pelo Sub-departamento de Artes Visuais As Artes Abrem Portas, seguindo depois para o espaço de provas de aptidão profissional dos Cursos Profissionais na área eletromecânica, maquinação e manutenção de aeronaves, onde apreciaram os mais variados trabalhos.

Procedeu-se, posteriormente, à inauguração da exposição na Biblioteca (que estará patente também na Feira de S. João), com intervenções do Director do Agrupamento de Escolas Gabriel Pereira (Fernando Farinha Martins), da Vereadora da Educação (Sara Dimas Fernandes), da Directora do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS) da Universidade de Évora (Fernanda Olival) e do Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Centenário (Fernando Gameiro).

Educação

Acesso ao Ensino Superior: Instituto Politécnico de Beja perde 15 vagas em relação a 2018

Portalegre e Évora sobem número de vagas enquanto Algarve e Setúbal continuam com os mesmos números

TDS noticias

Publicado

em

Beja perde 15 vagas, Évora ganha 25, Portalegre ganha 13 enquanto Algarve e Setúbal mantêm

O Ministério do Ensino Superior tem vindo a criar vários mecanismos para fomentar as instituições com menor procura ou em zonas com menos densidade populacional, mas Beja, acaba de perder 15 vagas em relação a 2018. ( veja MAPA )

Um número só ultrapassado por Santarém que teve um corte de 70 vagas para este ano letivo.

O Instituto Politécnico de Beja tem um resultado ‘negativo’ quanto à variação do número de vagas do regime geral de acesso comparando 2018 e 2019.

O estabelecimento de ensino superior perde 15 vagas descendo de 531 em 2018 para 516 em 2019. No Alentejo é o único a perder alunos.

Em Portalegre o resultado foi inverso. No norte Alentejo registou-se um aumento de 13 vagas passando de 537 para 550.

Idêntica tendência aconteceu em Évora. Na Universidade de Évora, onde se regista este ano a abertura do Curso de Enologia (10 vagas) registou-se um aumento de 25 vagas. Em 2018 registaram-se 1221 e em 2019 subiu para 1246.

Em Setúbal e no Algarve os valores mantiveram-se idênticos comparando 2018 a 2019.

 

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento