Últimas:
ICNF e GNR multam 92 caravanas na Costa Alentejana – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Policias

ICNF e GNR multam 92 caravanas na Costa Alentejana

Operação contou com 35 operacionais

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A acção de fiscalização começou bem cedo.

“Foram multadas caravanas e indivíduos que faziam campismo ilegal”

Mais de 90 caravanas foram multadas esta manhã numa operação conjunta do ICNF e da GNR.

Em causa todo o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina.

O presidente do ICNF referiu que “um quadro legal que passe pelo pagamento no ato é desejado”, referindo-se ao facto de muitos estrangeiros multados não virem a pagar a coima.

A operação contou com 35 operacionais que emitiram 92 autos.

Continuar a ler
Publicidade
1 Comentário

1
Deixe um comentário

avatar
700
1 Respostas ao comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentários com mais reações
Comentários mais populares
1 Autores dos comentários
Artur Autores dos comentários mais recentes
Artur
Visitante
Artur

Caravnismo Ilegal ou Campismo Ilegal ?!?!? O pessoal das Caravanas não pode estacionar onde der mais jeito, desde que não intreferia na circula rodoviária… muito bem o POLICIALMENTO MARCIAL ao que se está a chegar. Fazem-se Multas de toda a maneira e feitio para se ROUBAR… depois admiram-se que haja resistência por parte dos civis. Dá me graça vai 1 Preso em Ponte Sor por ter só 3 plantinhas de CANNABIS em casa ?!? Sendo contra este tipo de práticas não entendo porque razão já que há plantações de Hectares em Évora aqui ninguém vai preso, alegam que são para… Read more »

Autarquias

GNR interrompe Assembleia Municipal de Odemira

Militares alegaram não ter conhecimento da realização da Assembleia.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Intervenção da GNR em Odemira

“Assembleia Municipal não foi comunicada às autoridades”

Uma patrulha da GNR interrompeu, ontem, a sessão da Assembleia Municipal de Odemira.

Os militares afirmaram ‘não ter conhecimento da realização da mesma’.

A GNR acabou por abandonar o espaço sem identificar nenhum dos presentes.

A sessão decorria com eleitos mas sem a presença de público.

Continuar a ler

x
error: Content is protected !!