Siga-nos

Saúde

Hospital de Évora reage ao Tribunal de Contas (vídeo)

Oiça as declarações da administradora do hospital em conferência de imprensa.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Tribunal de Contas identificou irregularidades na nomeação e atribuição de suplementos a pessoal dirigente no Hospital do Espírito Santo de Évora entre 2015 e 2018.

O Hospital de Évora em conferência de imprensa já reagiu pela presidente do conselho de administração Maria Filomena Mendes.

A auditoria revelou que “as nomeações de pessoal dirigente não foram precedidas de procedimentos prévios de seleção que assegurassem os princípios da igualdade de oportunidades, imparcialidade e participação que devem nortear a nomeação para cargos de direção”.

Para além disso, a análise concluiu que “em 2017, foram nomeados, em regime de comissão de serviço, técnicos superiores para administradores hospitalares, que não reuniam os requisitos legais e regulamentares para o exercício do cargo”. Essas nomeações implicaram “uma valorização remuneratória mensal de cerca de 53%, traduzindo-se num aumento dos encargos com remunerações de 64.517 euros”, o que na opinião dos peritos configura “um eventual pagamento indevido”.

A investigação constatou ainda que os suplementos remuneratórios atribuídos aos médicos pelo exercício de funções de chefia foram pagos 14 vezes por ano, em vez das 12 que, por estarem ao abrigo de uma comissão de serviço, seriam normais. Este pagamentos “eventualmente indevidos” resultaram numa despesa adicional de quase 86 mil euros.

Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Publicidade

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022