Últimas:
Hospital de Beja sem obstetrícia – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Saúde

Hospital de Beja sem obstetrícia

Grávidas serão transferidas para Faro ou Évora

Publicado

em

Grávidas transferidas para Faro ou Évora

Serviço encerra por falta de médicos

O serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital de Beja não recebe grávidas pelo menos até às 20h de hoje.

As grávidas que estão internadas mantém-se e hoje durante o dia um médico obstetra que reside em Beja irá visitar as utentes

Só às 20h00 entra um médico obstetra para assegurar as urgências.

O internamento é reativado hoje às 20h, quando entrar um médico na escala.

Assegura o internamento e as situações emergentes de grávidas que entrem pelos próprios meios, mas não há abertura do serviço de urgência.

Esse só às 8h de domingo quando estiverem 2 médicos escalados será reaberto.

 

Saúde

Obstetrícia de Beja de novo encerrada

Serviço reabre às 8h00 de segunda-feira

Publicado

em

Ginecologia e Obstetrícia

Serviços encerrados

O Hospital de Beja volta a ter os serviços de Ginecologia e Obstetrícia encerrados este fim de semana.

Este sábado as urgências estão encerradas mantendo-se a presença de um obstetra no serviço.

Amanhã não haverá qualquer acompanhamento médico,  às grávidas que estão hospitalizadas, mantendo-se o serviço de urgências encerrado.

As grávidas que tenham que recorrer aos serviços serão transteridas para os Hospitais de Évora ou Faro.

O serviço volta a ser retomado, na sua totalidade, às 8h00 de segunda feira.

 

Continuar a ler

Saúde

Ministra da Saúde demite-se. Costa aceitou pedido de Marta Temido.

Demissão aceite e ja comunicada ao Presidente da República

Publicado

em

Demissão no governo de António Costa

Ministra da Saúde apresentou demissão

A ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou a demissão.

“A ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou hoje a sua demissão ao primeiro-ministro por entender que deixou de ter condições para se manter no cargo”, refere  comunicado enviado às redações na madrugada desta terça-feira.

Poucos minutos depois, um comunicado do gabinete do primeiro-ministro informou que António Costa “recebeu o pedido de demissão”, tendo sido a mesma já comunicada ao Presidente da República.

Continuar a ler

Autarquias

Câmara oferece terreno para novo Centro de Saúde

A Autarquia de Santiago do Cacém disponibiliza o terreno a título gratuito, em virtude de se destinar à construção de um Centro de Saúde e o mesmo ser de manifesto interesse público.

Publicado

em

Novo Centro de Saúde de Santiago do Cacém.

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém aprovou, em Reunião de Câmara, a cedência de um terreno à Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), com 7.260 metros quadrados com vista à construção do novo Centro de Saúde de Santiago do Cacém.

A Autarquia disponibiliza o terreno a título gratuito, em virtude de se destinar à construção de um Centro de Saúde e o mesmo ser de manifesto interesse público, e que foi aceite pela ULSLA, situa-se na confluência da Rua Padre Hermano Ferreira de Almeida Lima e a Estrada de Santa Cruz.

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém tem reivindicado, junto da tutela do Ministério da Saúde, a construção de um novo Centro de Saúde para a cidade de Santiago do Cacém, sendo esta, também, uma reivindicação da população e das Comissões de Utentes.

Há muito que a falta de condições do edifício atual, fruto do desinvestimento dos vários Governos, preocupa a Câmara Municipal, os profissionais de Saúde que ali trabalham e a população em geral.

A Autarquia sempre esteve do lado da solução e manifestou, desde a primeira hora, junto das várias entidades da saúde, quer ao nível local, quer ao nível do Governo a disponibilidade para a cedência de um terreno para a construção de um novo edifício que albergasse este equipamento.

Na sequência de várias reuniões ocorridas, no final do ano de 2020 e início de 2021, com o Conselho de Administração da ULSLA, a Câmara Municipal foi informada que estaria aprovada a construção do Novo Centro de Saúde para a cidade de Santiago do Cacém.

A ULSLA avançou que irá apresentar uma candidatura para garantir o financiamento para investir na construção de um novo Centro de Saúde e remodelação do atual. Estão, igualmente, previstas intervenções no Centro de Saúde de Santo André e nas extensões de Ermidas-Sado e do Cercal do Alentejo.

Continuar a ler

ÚLTIMAS

Facebook

x
error: O conteúdo está protegido!!