Últimas:
Hospital de Beja com cuidados intensivos Covid cheios e enfermaria perto do limite. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Hospital de Beja com cuidados intensivos Covid cheios e enfermaria perto do limite.

Hospital de Beja aumenta capacidade para doentes covid.

Fotos: TDS (direitos reservados)
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Evolução da pandemia e consequente aumento do número de doentes positivos

” Oito camas de cuidados intensivos estão todas ocupadas”

No serviço de Internamento de Medicina Covid, situado no Piso 3 do Hospital de Beja, inicialmente com 24 camas disponíveis, foram adicionadas 6 camas.

Atingida a ocupação máxima, foi possível aumentar mais 6 camas, totalizando as 36 camas disponíveis.

Perante novo cenário de ocupação plena, no dia 14 de janeiro, registou-se a possibilidade de aumentar o número de camas em internamento Covid em 10, o que significa que, à data, existem 46 camas disponíveis, sendo esta a capacidade de internamento em enfermaria para doentes Covid-19 no Hospital de Beja. 

Relativamente ao internamento de doentes Covid em Unidade de Cuidados Intensivos, as 4 camas de nível III inicialmente existentes, registaram ocupação plena, o que obrigou, a 10 de janeiro de 2021, ao aumento para o dobro da capacidade em Cuidados Intensivos, significando que, à data, existem 8 camas em Cuidados Intensivos – Covid no Hospital de Beja.

Neste momento, estão todas ocupadas. 

Em consequência do aumento do número de camas foi necessário um rigoroso trabalho de gestão e de afetação de recursos humanos e de equipamento da Instituição, registando-se, com agrado, a imediata cooperação das equipas envolvidas e de todo o pessoal que, nas diferentes áreas de trabalho, permitiram a criação das condições para que tudo se concretizasse.

Saúde

Covid 19: Jovens a partir dos 18 anos já se podem inscrever.

Vacinação, maiores de 18, deverá acontecer a partir de 4 de julho.

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Vacinação pode começar já para a semana

Site da DGS encontra-se em dificuldades para fazer o processo”

Os jovens dos 18 aos 22 anos já podem fazer o auto-agendamente para a vacina contra a COVID-19.

Depois de mais de duas semanas com o agendamento em atraso por falta de vacinas, os jovens poderão agora faze-lo, seguindo as etapas mencionadas no site da DGS.

De momento, o site oficial encontra-se em baixo, alegadamente pela quantidade de pessoas a acede-lo para fazer o agendamento.

Isto vem ao encontro do desejo do coordenador da Task Force, Vice-Almirante Henrique Gouveia e Melo, de querer vacinar os jovens dos 16 e 17 anos a partir de 14 de agosto.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!