Siga-nos

Crime

Homem de 41 anos em prisão preventiva pelo crime de violência doméstica

O processo prosseguirá os seus termos na 1ª secção do DIAP de Évora, sendo o Ministério Público coadjuvado pela PSP de Évora.

Amilcar Matos

Publicado

em

No âmbito de inquérito que corre termos na 1.ª Secção do DIAP de Évora e onde se investigam suspeitas da prática de factos que vêm ocorrendo desde Outubro de 2018, integradores de crimes de violência doméstica, por ordem do Ministério Público, na passada quarta-feira, foi detido um homem de 41 anos de idade.

‘Presente ao juiz de instrução criminal de Évora para interrogatório e aplicação de medidas de coação e na sequência de promoção do Ministério Público, o juiz decidiu aplicar ao arguido a medida de coação de prisão preventiva.’

A prisão preventiva foi aplicada por se entender verificar-se, em concreto, perigo de continuação da atividade criminosa e perigo de perturbação do decurso do inquérito e indiciando o arguido pela prática de um crime de violência doméstica (em que a ofendida é a sua companheira).

O arguido é suspeito de manter, de forma reiterada e intensamente ao longo de anos de relacionamento com a vítima, comportamentos reveladores de uma personalidade violenta, descompensada, propensa à ilegalidade e avessa às normas que regem a vida em sociedade e evidenciador de um total desprezo pela integridade física e psíquica, bem-estar e saúde e até a vida da companheira e de uma enorme insensibilidade face às consequências dos seus atos, bem como de ausência de arrependimento ou de sentido crítico.

O arguido havia já sido acusado anteriormente no âmbito de outro processo pela prática de crime de violência doméstica e de homicídio tentado, perpetrados sobre a sua companheira, tendo sido absolvido em sede de audiência de discussão e julgamento, pelo facto da vítima, sua companheira, se ter recusado, legitimamente, a testemunhar.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Crime

Marroquino proibido de entrar em Portugal esteve 5 horas em Setúbal

Homem fugiu de um barco e foi detido pela PSP no centro da cidade

TDS noticias

Publicado

em

Já foi detido o homem de nacionalidade marroquina e que foi proibido de entrar em território nacional pelo SEF.

O homem de 23 anos de idade era tripulante de um navio que chegou ao porto de Setúbal por volta da meia noite de domingo para segunda feira(hoje).

O indivíduo acabou detido no centro da cidade de Setúbal pela PSP que informou o SEF.

O homem andou fugido 5 horas e após ter sido detido foi entregue ao comandante do navio.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento