Últimas:
Homem de 24 anos detido em Campo Maior – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Crime

Homem de 24 anos detido em Campo Maior

Homem foi constituído arguido

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Campo Maior

“Detido em flagrante por furtos de metais não preciosos”

O Comand Territorial de Portalegre, através do Posto Territorial de Campo Maior, ontem, dia 15 de julho, deteve em flagrante um homem de 24 anos por furto de metais não preciosos, na localidade de Campo Maior.

No decorrer de uma ação de patrulhamento direcionada à prevenção de furtos em área rurais, os militares da Guarda detetaram um veículo referenciado na utilização para furtos de cabos de telecomunicações.

No local, os militares surpreenderam o suspeito quando este se encontrava a carregar cabos de telecomunicações já cortados para dentro do veículo, tendo sido detido no momento.

No decorrer das diligências policiais, foram apreendidos 250 metros de cabos de telecomunicações, um veículo e várias ferramentas utilizadas no ilícito.

O detido foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Elvas.

O material resultante do furto é habitualmente derretido e o cobre é posteriormente vendido sem identificação da sua proveniência em operadores de gestão de resíduos.

Crime

Irmãos detidos no Alandroal por agredirem a mãe.

Tem 48 e 51 anos de idade

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

GNR fez duas detenções

“Irmãos estão proibidos de se aproximarem da mãe”

O comunicado da GNR adianta que dois irmãos foram detidos por agredirem a própria mãe.

O crime tem vindo a acontecer ‘de forma reiterada’, segundo indica o mesmo documento.

Os filhos ‘agressores’ tem 48 e 51 anos de idade.

Foram ouvidos por um juiz, após terem sido detidos pela GNR, e foi-lhes aplicada a medida de coação de pulseira eletrónica.

Os irmãos ficaram, ainda, proibidos de contactar a mãe “por qualquer forma ou meio”, não podendo, igualmente, aproximar-se da casa da vítima, onde residiam, “num raio de 300 metros”.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que os suspeitos, habituais consumidores de álcool, residiam e agrediam física e psicologicamente a vítima, mãe de ambos, de 70 anos, de forma reiterada.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!