Siga-nos

Sociedade

‘Grupos de risco’ recebem máscaras em Viana do Alentejo

Rede Solidária de Produção de Máscaras foi criada em Viana e conta com a adesão de 40 voluntários

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Viana do Alentejo iniciou a entrega de um conjunto de máscaras a munícipes portadores do Cartão Social do Reformado, Pensionista e Idoso, bem como a doentes do serviço ambulatório (doentes transportados pelos Bombeiros e Cruz vermelha).

Rede Solidária de Produção de Máscaras foi criada em Viana e conta com a adesão de 40 voluntários”

Desta forma foram abrangidos grupos de maior risco e pessoas com rendimentos mais baixos.

Esta ação surge no âmbito da Campanha “Rede Solidária de Produção de Máscaras”, para dar resposta às necessidades decorrentes da pandemia COVID-19.

A iniciativa registou a adesão de 40 voluntárias que confecionaram as máscaras, com o objetivo de prevenir o contágio e a propagação do novo coronavírus. 

Esta campanha solidária e conjunta, na qual todos podem participar, insere-se na estratégia traçada pelo Município e vem de encontro às medidas que tem vindo a adotar de forma a prevenir o contágio e a propagação do novo coronavírus no concelho. 

 

Sociedade

Já conhece as novas medidas restritivas?

Conheça os concelhos que saiem da lista mais restritiva

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

“Novas medidas restritivas

Agora que o Estado de Emergência foi renovado até 8 de dezembro, com o presidente Marcelo Rebelo de Sousa a referir que esse estado pode ir sendo renovado durante o tempo que for necessário, os portugueses aguardavam, este sábado, dia 21 de novembro, pelas novas medidas restritivas. E já foram divulgadas.

Apesar do primeiro-ministro António Costa ter agradecido aos portugueses o esforço, não quis deixar de dizer que “o número de novos casos continua preocupante”.

Assim, foram divulgadas várias medidas que acabam por não diferir muito daquilo que já aconteceu nestes fins de semana.

Medidas:

  • Uso obrigatório da máscara no local de trabalho, exceto quando os postos de trabalho são isolados ou quando haja separação física entre diferentes postos.
  • Proibição de circulação entre concelhos entre as 23h de 27 de novembro e as 5h de 2 de dezembro; e entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de 9 de dezembro. O objetivo? Evitar a circulação de pessoas durante as pontes criadas por causa dos feriados de 1 e 8 de dezembro.
  • Entre 30 de novembro de 7 de dezembro estão suspensas as atividades letivas em todos os níveis de ensino. Nas mesmas datas há tolerância de ponto e o apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores.
  • Saem 17 concelhos da lista de risco elevado: Aljustrel, Alvaiázere, Beja, Borba, Caldas da Rainha, Carrazeda de Ansiães, Ferreira do Alentejo, Fornos de Algodres, Golegã, Santa Comba Dão, São Brás de Alportel, Sousel, Tábua, Tavira, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão e Vila Flor;
  • Nos concelhos de risco elevado, isto é, onde existem mais de 240 casos por 100.000 habitantes, manter-se-á a proibição de circulação entre as 23h e as 5h.
  • No que toca aos concelhos de “risco muito elevado e extremamente elevado”, será proibida a circulação na via pública e é obrigatório o encerramento de estabelecimentos comerciais entre as 13h e as 5h. Esta medida em específico aplica-se aos sábados, domingos e feriados de 1 e 8 de dezembro. Nas vésperas dos feriados, os estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15 horas.

Continuar a ler

error: Content is protected !!