Siga-nos

Turismo

Grândola apresentou novo crescimento no Turismo em 2019

Em 2019 as dormidas nos estabelecimentos de alojamento turístico do concelho registaram o valor de 439.724, o maior valor de sempre.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Grândola volta a apresentar um crescimento significativo na maior parte dos indicadores, continuando a habitual tendência do concelho com os valores mais elevados da região Alentejo Litoral (NUT III) e Alentejo (NUT II) – precedida em alguns indicadores por Évora, Cidade Património Mundial.

“O INE divulgou os dados estatísticos da atividade Turística relativos ao ano de 2019.”

Em 2019 as dormidas nos estabelecimentos de alojamento turístico do concelho registaram o valor de 439.724, o maior valor de sempre, correspondendo a um aumento na ordem dos 16% face a 2018. No que respeita aos hóspedes, registou-se a presença de 162.013 turistas que pernoitaram no concelho, sendo o aumento ligeiramente maior relativamente a 2018 (+17%) e com registo de maior procura pelos mercados estrangeiros que cresceram mais de 27% relativamente ao ano transato.

Os proveitos totais nos estabelecimentos de alojamento turístico aumentaram igualmente, correspondendo em 2019 ao total de 35.787€, face aos 27.272€ de 2019.

O mercado nacional continua a dominar os valores, quer em nº de hóspedes, quer em nº dormidas, representando 75% e 71% respetivamente da totalidade dos mesmos.

No que toca aos mercados estrangeiros registou-se uma subida de mais de 27%, sendo o ranking dos 5 principais mercados liderado por Espanha, França, seguidos do Reino Unido, Estado Unidos da América e Alemanha.

A estada média do turista em Grândola, de 2,7 noites, continua a ser substancialmente superior à estada média da região Alentejo (NUT II) de 1,8 noites e mesmo superior à estada média nacional (2,6 noites).

Estes valores significam que o concelho de Grândola convida a permanecer para usufruir das inúmeras experiências que tem para oferecer e fazem jus à fraternidade oferecida pelos grandolenses.

Artes

Alcácer do Sal candidata ao Prémio Nacional da Paisagem 

A Paisagem do Sado Navegável – Um Rio de Culturas

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Município de Alcácer do Sal é candidato ao Prémio Nacional da Paisagem, uma distinção honorífica que premeia o mérito de quem, em Portugal, contribui para um desenvolvimento territorial mais sustentável e promove a sensibilização para a importância da paisagem na qualidade de vida.

“A Paisagem do Sado Navegável – Um Rio de Culturas”

A candidatura apresentada pelo Município intitula-se “A Paisagem do Sado Navegável – Um Rio de Culturas” e promove essencialmente o rio Sado e a importância que este tem tido na vida e na história da população de Alcácer do Sal.

Aborda, assim, a paisagem e a história do rio, o património, o mote dado ao Museu Pedro Nunes, a fauna, a flora, a importância dos galeões na promoção de Alcácer enquanto destino turístico, o desenvolvimento sustentável verificado nos últimos anos com a reabilitação das habitações antes viradas de costas para o rio e hoje viradas para o mesmo; versa ainda sobre o crescimento do alojamento turístico, o aumento do número de turistas no território e a participação pública em projetos da autarquia.

As candidaturas encerraram dia 31 de outubro e vão agora ser avaliadas por um júri presidido por um perito nacional de reconhecido mérito na área da paisagem e representantes de várias entidades relevantes.

De entre estas candidaturas será selecionado o projeto que representará Portugal no Prémio da Paisagem do Conselho da Europa.

No quadro da Convenção Europeia da Paisagem e da Política Nacional de Arquitetura e Paisagem, o Ministério do Ambiente criou em 2012, através da Direção-Geral do Território, o Prémio Nacional da Paisagem como fase preparatória do Prémio da Paisagem do Conselho da Europa.

Realiza-se de dois em dois anos, sempre que possível, e distingue abordagens territoriais promotoras da qualidade da paisagem rural, urbana e periurbana, que fomentam a consciência cívica sobre o valor cultural das paisagens e sobre o papel que os diversos atores, públicos e privados, desempenham na sua transformação.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!