Siga-nos

Policias

GNR presta apoio a cidadãos em confinamento obrigatório

GNR volta a apelar para que todos fiquem em casa.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: GNR

Durante este período de Estado de Emergência, a Guarda Nacional Republicana, a par de sensibilizar para a limitação da circulação na via pública ou fiscalizar as violações previstas na lei.

“GNR apoia cidadãos em confinamento obrigatório.”

A GNR está ainda empenhada em estar junto não só dos mais vulneráveis, mas também de todos aqueles que, por seu infortúnio, se encontram sujeitos a confinamento obrigatório.

Todos os que se encontram nessa situação, designadamente os doentes com COVID-19, infetados com SARS-Cov2, ou todos aqueles a quem tenha sido determinada a vigilância ativa pelas autoridades de saúde, e que obrigatoriamente devem permanecer isolados no seu domicílio, podem agora contar, para além do apoio da Segurança Social, com o apoio da GNR, através do Posto Territorial mais próximo da sua residência.

Esse apoio materializa-se na satisfação das suas necessidades básicas, caso não tenham a quem recorrer, para a entrega de bens essenciais, como produtos alimentares ou medicamentos.

Policias

Sines – Apreensão de 448 quilos de sardinha por excesso de captura

Constitui infração punível com coima até 37.500 euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Sines, apreendeu 448 quilos de sardinha, com o valor estimado de 793 euros.

“448 quilos de sardinha, com o valor estimado de 793 euros”

A apreensão realizou-se durante uma operação de fiscalização que visava o controlo das descargas de pescado proveniente das embarcações de cerco, no Porto de Pesca de Sines.

Durante a ação, os militares da Guarda detetaram que uma das embarcações tinha ultrapassado a cota diária de pesca permitida para aquela espécie, tendo sido apreendido o excedente.

O infrator foi identificado e elaborado um auto de contraordenação.

A captura de sardinha deve ser realizada de modo a garantir, a longo prazo, a sustentabilidade ambiental, económica e social da pesca, com base nos dados científicos disponíveis, sendo que a ultrapassagem dos limites legalmente definidos constitui infração punível com coima até 37.500 euros.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!