Últimas:
Fundação que gere o Lar de Reguengos diz ser vítima de campanha difamatória. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Fundação que gere o Lar de Reguengos diz ser vítima de campanha difamatória.

Fundação garante dar ‘respostas adequadas nas instâncias competentes’

Foto: TDS (direitos reservados)
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva

“… perseguição ignóbil ao Presidente do Conselho de Administração da Fundação…”

A Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, que gere o lar em que se registaram 18 mortes, em Reguengos de Monsaraz, diz, em comunicado, ser alvo de ‘campanha … difamatória”.

Em comunicado a que a TDS teve acesso a Fundação refere que ontem, “verificou-se mais um episódio dessa perseguição ignóbil ao Presidente do Conselho de Administração da Fundação ( e os restantes diretores no desempenho de funções) a propósito do facto de ter sido vacinado no quadro do Plano Nacional de Vacinação às Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas”.

A nota termina com a Fundação a referir que a “perseguição de que a Fundação e o Presidente do Conselho de Administração vêm sendo vitimas, por constituírem atos ignóbeis no contexto da tragédia que assola o país e o mundo, será, por isso, objeto das respostas adequadas nas instâncias competentes que, não reparando o prejuízo já causado, reporão, pelo menos, a verdade.”

Crime

Material informático furtado foi recuperado pala GNR

Homem de 27 anos foi identificado.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Vendas Novas – Recuperação de material informático furtado

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Montemor-o-Novo, hoje, recuperou diverso material informático furtado num estabelecimento comercial, em Vendas Novas.
Na sequência de uma denúncia relacionada com um furto de diverso material informático num estabelecimento comercial.

Os militares da Guarda levaram a cabo diligências policiais que permitiram dar cumprimento a um mandado de busca domiciliária, que culminou com a apreensão de diverso material furtado, destacando-se:

  • Uma lanterna;
  • Uma bolsa de transporte para computador portátil;
  • Um teclado;
  • Três ratos óticos;
  • Um disco externo;
  • Quatro carregadores universais;
  • Diversos cabos de ligação.

Os artigos apreendidos foram devolvidos ao legítimo proprietário.

Foi identificado um homem de 27 anos e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Montemor-o-Novo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!