Últimas:
Fundação Luso oferece Um Milhão de garrafas de água – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Fundação Luso oferece Um Milhão de garrafas de água

Entrega de garrafas às Misericórdias terá lugar na Misericórdia de Borba.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Fundação Luso está a doar Um Milhão de garrafas de Água de Luso (0,33l) abrangendo várias instituições e organizações que estão na linha da frente no combate ao Covid 19 e/ou que prestem assistência a grupo de risco mais expostos à pandemia, garantindo o consumo individual num formato adequado para reduzir o risco de contágio.

“Um milhão de garrafas de água para quem está na linha da frente no combate ao COVID-19”

Oitocentas mil (800.000) garrafas de água de Luso estão a ser doadas diretamente a centenas de instituições que impactam dezenas de milhares de pessoas por todo o país.

Aqui incluem-se hospitais de referência COVID-19, unidades geridas pela União das Misericórdias Portuguesas, a rede Cáritas, assim como famílias carenciadas que receberão este donativo através dos Serviços Sociais de algumas Autarquias.

Duzentas mil (200.000) garrafas de água de Luso serão encaminhadas para instituições identificadas pelos consumidores através das redes sociais, nas páginas de Facebook e Instagram da Água de Luso e que não estejam já abrangidas na iniciativa.

Esta plataforma será lançada na segunda-feira, dia 20 de abril, e pretende-se que as ofertas sejam feitas durante o mês de maio.

Nuno Pinto de Magalhães, presidente da Fundação Luso, explica que “A Fundação Luso pretende aliviar as necessidades das pessoas nos grupos de risco do Covid-19 e das que estão na linha da frente no combate à pandemia.

O apoio e o desenvolvimento comunitário são um dos focos da nossa instituição e, nesta crise sem precedentes, não podíamos ficar indiferentes às necessidades não apenas na nossa comunidade de origem, o concelho da Mealhada, mas também do país”.

Justiça

Juiz Ivo Rosa levanta arresto da propriedade da ex mulher de Sócrates, em Montemor o Novo.

Em causa o Monte das Margaridas propriedade de Sofia Fava.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arresto levantado ao Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo.

” Operação Marquês “

No despacho instrutório, proferido na sexta-feira, o juiz Ivo Rosa ordenou o levantamento imediato do arresto de vários bens imóveis dos arguidos, designadamente o Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo, adquirido pela ex-mulher de Sócrates Sofia Fava.

“Tendo em conta a decisão de não pronúncia relativamente aos crimes ora em causa, quanto aos saldos bancários apreendidos e bens imóveis arrestados, verifica-se que não existem indícios que as quantias e bens imóveis em causa são produto dos crimes de corrupção passiva de titular de cargo político imputados ao arguido José Sócrates”, lê-se no despacho.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!