Siga-nos

Sociedade

Fim-de-semana de calor… e de trovoadas.

Teremos sobre o território massas de ar ainda bastante quentes, que se tornarão cada vez mais instáveis.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A previsão do tempo para o fim de semana aponta para que áreas de baixa pressão, associadas a perturbações em altitude, se aproximem e se coloquem sobre o oceano a oeste da Península.

“Teremos sobre o território massas de ar ainda bastante quentes, que se tornarão cada vez mais instáveis.”

Esperamos assim mais nuvens e risco de trovoadas localmente fortes, que serão mais prováveis no interior, especialmente das regiões norte e centro.

Não descartamos condições de tempo severo localizado associado á passagem de núcleos de trovoada mais intensos.

Vento por vezes forte, chuva intensa e granizo serão possíveis, e poderão trazer alguns danos a infraestruturas e à agricultura.

(Com bestweather)

Sociedade

Arronches foi o concelho alentejano com menos nascimentos

Apenas dois bebés desde o início do ano.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arronches com menos nascimentos

“Alentejo fica fora dos 10 concelhos com mais nascimentos”

Só Manteigas e Corvo registaram, este ano até Julho, menos nascimentos do que Arronches. O concelho alentejano regista o nascimento de duas crianças enquanto os concelhos citados registaram um nascimento apenas.

Quanto aos concelhos com mais nascimentos Lisboa lidera com 5832 seguido do Porto com 2119.

Entre os 10 concelhos com mais nascimentos em Portugal não está nenhum do Alentejo. Na região só Évora e Beja registaram mais de 100 nascimentos até julho.

A nível nacional

Depois de um aumento em 2018, o número de nascimentos em Portugal voltou a encolher no ano passado.

Em 2019, nasceram 87 mil crianças em território nacional, sendo que destas 86.557 são filhos de mães residentes.

Assim, e mesmo com o número de óbitos a diminuir ligeiramente, o saldo natural foi negativo pelo 11.º ano consecutivo.

Em 2019 registaram-se em território nacional 87.000 nados-vivos e 112.253 óbitos. O número de nados-vivos de mães residentes em Portugal foi 86.557, menos 0,5% em relação a 2018.

Os números foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!