Siga-nos

Sociedade

Ferramenta pioneira, desenvolvida pela UÉ, recolhe dados de instalações pecuárias em tempo real.

A ferramenta de zootecnia de precisão para a sustentabilidade da produção de suínos, propõe soluções de gestão assentes na monitorização, análise e controlo dos parâmetros ambientais, fisiológicos, comportamentais e produtivos.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Universidade de Évora desenvolveu uma ferramenta pioneira que utiliza tecnologia “smart-sensing” que, através de uma rede de sensores inteligentes, recolhem continuamente e em tempo real dados associados aos animais e ao microclima interior das instalações pecuárias.

A ferramenta de zootecnia de precisão para a sustentabilidade da produção de suínos, propõe soluções de gestão assentes na monitorização, análise e controlo dos parâmetros ambientais, fisiológicos, comportamentais e produtivos.

Numa nota enviada às redações, a organização explica que “as diferentes condições ambientais testadas através de small-lab-prototype, uma sala com ambiente controlado localizada na Universidade de Évora, para simulação das situações de inverno, termoneutralidade e verão, ou em living-lab-prototype, em condições reais numa exploração comercial vieram confirmar o sucesso alcançado pela equipa de investigadores do projeto AWARTECH (Animal Welfare Adjusted Real Time Environmental Conditions of Housing), uma co-promoção empresarial estabelecida entre a Universidade de Évora, a Equiporave Ibérica, e a Hexastep, financiado pelo Programa Alentejo 2020, Portugal 2020 e FEDER da União Europeia”.

“Mais do que obter dados e lançar alertas, o sistema que agora propomos consegue atuar de forma autónoma sobre vários parâmetros, seja ao nível das alterações comportamentais, fisiológicas e de performance dos animais” sublinha Vasco Fitas da Cruz, coordenador do projeto que contou com uma vasta equipa de investigadores dos departamento de Engenharia Rural, Zootecnia, Medicina Veterinária, Biologia, Física, Informática e de Gestão da Universidade de Évora, integrando ainda, bolseiros de investigação e estudantes da UÉ para o desenvolvimento deste novo conceito.

Ainda que sejam conhecidos sistemas semelhantes, a plataforma tecnológica de big data desenvolvida durante a execução deste projeto, permite não apenas observar e colectar uma maior quantidade de dados e de parâmetros, mas sobretudo, “permite que o sistema tenha a capacidade de atuar sobre os dados de uma forma autónoma”, o que, na opinião de Vasco Fitas da Cruz, representa uma inovação ao nível da melhoria das condições ambientais das explorações pecuárias e na otimização do bem-estar animal.

Recorrendo à capacidade deste sistema de «varrimento» inteligente é agora possível em tempo real obter um conjunto de dados considerados determinantes para identificar as condições dos animais, tais como a temperatura corporal, (e oscilações registadas), ou a frequência com que estes se alimentam diariamente, “com precisão de um grama sabemos a quantidade ingerida por animal cada vez que este vai à máquina de alimentação”, destaca Vasco Fitas da Cruz.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Sociedade

Sousel quer mais crianças e incentiva a natalidade

Cada nascimento tem uma comparticipação de 250€ e vários outros apoios.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Câmara Municipal de Sousel continua a apostar no crescimento da população através do incentivo à natalidade.

Para além da oferta inicial de uma mala de maternidade com produtos de primeira necessidade, os candidatos recebem ainda 250€ em reembolso de despesas, uma comparticipação na mensalidade da creche, a equiparação no tarifário social da água, entre outros apoios.

O Município de Sousel considera esta medida de extrema relevância, dada a importância da qualidade de vida das famílias residentes no nosso concelho.

A autarquia quer assim inverter a tendência das baixas taxas de natalidade, especialmente nas regiões interiores do País que acrescidas da pouca empregabilidade, das dificuldades sócio- económicas e do envelhecimento das populações, levam à desertificação dos territórios e fazer de Sousel um Concelho jovem, dinâmico e apelativo.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022