Siga-nos

Economia

Exportações na Estremadura(Espanha) sobem 21,7%

Dessas exportações, 94,9 milhões de euros (49% do total) correspondem ao setor de ‘Alimentos’, que regista um aumento de 2% .

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

As exportações registradas em agosto passado na Extremadura atingiram 193,4 milhões de euros, 21,7% a mais do que no mesmo mês do ano anterior.

Dessas exportações, 94,9 milhões de euros (49% do total) correspondem ao setor de ‘Alimentos’, que regista um aumento de 2% .

Entre os demais setores, os aumentos nas exportações de ‘Matérias-primas’ (157,5%) e ‘Setor automotivo’ (127,5%) e a redução em ‘Produtos energéticos’ (-79,4%) e ‘Bens de consumo duráveis’ (-25,8%).

Em agosto, as exportações espanholas de mercadorias caíram 6,2% na taxa interanual, situando-se em 19.436,3 milhões de euros, informou o Instituto de Estatística da Extremadura em comunicado à imprensa.

Da mesma forma, o valor das importações da Extremadura neste mês foi de 107,1 milhões de euros, 2,6% a mais do que no mesmo mês do ano anterior. Entre os setores que aumentaram suas importações estão ‘Bens de equipamentos’ (91%) e ‘Setor automotivo’ (66,5%).

Os setores que registraram as maiores taxas de variação negativa foram ‘Manufaturas de consumo’ (-72,9%), ‘Produtos energéticos’ (-58,2%) e ‘Matérias-primas’ (-46,7%).

Enquanto isso, as importações da Espanha como um todo atingem 23.421,2 milhões de euros, 1,5% a menos do que no mesmo mês do ano anterior.

Economia

Sindicato acusa empresas de despedimento ilegal de 16 trabalhadores na refinaria de Sines.

100 trabalhadores estiveram reunidos em plenário junto à porta da Petrogal

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITE-Sul) acusou as empresas Martifer e CMN de querer “despedir de forma ilegal” 16 trabalhadores que prestam serviço na refinaria da Petrogal em Sines.

O contrato de manutenção desta empresa com a Galp envolve 180 trabalhadores, que prestam serviço de manutenção, mecânica, serralharia, instrumentação e eletricidade, com um vínculo precário embora tenham trabalho permanente e crucial nesta refinaria”, explicou Pedro Carvalho.

Segundo o representante dos trabalhadores, que estiveram hoje reunidos em plenário, junto à porta da Petrogal, em Sines,”de tempos a tempos, a empresa decide unilateralmente despedir os trabalhadores e agravar mais a precariedade que já existe na refinaria”.

“Atualmente, são 16 despedimentos de trabalhadores da CMN que cede pessoal à Martifer, mas fala-se em mais despedimentos. Por isso, estamos em luta”, indicou o dirigente, contestando a legalidade destas ações com base no Código do Trabalho.

O plenário, que reuniu cerca de 100 trabalhadores de manutenção na refinaria da Petrogal, apelidados pelos dirigentes como “o coração da refinaria” de Sines, serviu para combater a precariedade e “travar as comunicações do consórcio sobre o fim da relação de trabalho” e a caducidade do contrato.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul