Siga-nos

Educação

Évora vai ter campus universitário ao estilo americano

A notícia é avançada pelo jornal ‘Expresso’ que ouviu a reitora da UE

Avatar

Publicado

em

Vai chamar-se Évora Campus Residence e distingue-se pelo seu tipo de construção: uma residência de casas modelares inspirada nos campus universitários americanos, onde os estudantes poderão beneficiar de vários serviços exclusivos, como se estivessem num condomínio de luxo privado: restaurantes, espaços verdes, bicicletas individuais para cada residente, enfermagem, lavandaria, anfiteatro e segurança 24 horas.

Instalado num terreno da universidade, as obras deverão arrancar no mês de abril e ficarão concluídas a tempo do próximo ano letivo.

O projeto inclui 114 alojamentos, distribuídos por T0, T1 e T2, e vai permitir albergar 306 estudantes. “Atualmente temos perto de 530 camas disponíveis para ação social. Com esta nova residência, aumentamos muito a nossa capacidade”, diz ao Expresso a reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas.

“Embora se trate de uma iniciativa privada, o protocolo celebrado com a construtora obriga a que 10% destas camas sejam para alunos beneficiários de ação social.”

(notícia do jornal ‘Expresso’)

Educação

Acesso ao Ensino Superior: Instituto Politécnico de Beja perde 15 vagas em relação a 2018

Portalegre e Évora sobem número de vagas enquanto Algarve e Setúbal continuam com os mesmos números

TDS noticias

Publicado

em

Beja perde 15 vagas, Évora ganha 25, Portalegre ganha 13 enquanto Algarve e Setúbal mantêm

O Ministério do Ensino Superior tem vindo a criar vários mecanismos para fomentar as instituições com menor procura ou em zonas com menos densidade populacional, mas Beja, acaba de perder 15 vagas em relação a 2018. ( veja MAPA )

Um número só ultrapassado por Santarém que teve um corte de 70 vagas para este ano letivo.

O Instituto Politécnico de Beja tem um resultado ‘negativo’ quanto à variação do número de vagas do regime geral de acesso comparando 2018 e 2019.

O estabelecimento de ensino superior perde 15 vagas descendo de 531 em 2018 para 516 em 2019. No Alentejo é o único a perder alunos.

Em Portalegre o resultado foi inverso. No norte Alentejo registou-se um aumento de 13 vagas passando de 537 para 550.

Idêntica tendência aconteceu em Évora. Na Universidade de Évora, onde se regista este ano a abertura do Curso de Enologia (10 vagas) registou-se um aumento de 25 vagas. Em 2018 registaram-se 1221 e em 2019 subiu para 1246.

Em Setúbal e no Algarve os valores mantiveram-se idênticos comparando 2018 a 2019.

 

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento