Últimas:
Evento “microFIAR” adiado para 2022 – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Artes

Evento “microFIAR” adiado para 2022

Programação seria nos dias 23, 24 e 25 de julho

Imagem: Câmara Municipal de Palmela
Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Adiamento acontece devido à pandemia

“Concelho de Palmela em risco muito elevado”

A programação do microFIAR,  que estava inicialmente prevista para os dias 23, 24 e 25 de julho, em Palmela, foi reagendada para 2022.

A Câmara Municipal esclarece que “considerando o agravamento da situação pandémica por todo o país, e estando o concelho de Palmela atualmente em situação de “risco muito elevado”, a organização, a cargo da FIAR – Associação Cultural, decidiu adiar o evento, transitando toda a programação para o FIAR 2022.”

A mesma Associação considera que “a realização do evento neste momento acarreta riscos e que a incerteza instalada impede o normal exercício de organização, com a tranquilidade e o planeamento necessários.”

O FIAR apoia-se na valorização do território e da comunidade que nele vive, como palco e veículo para o enaltecimento da tradição, olhando sempre para a vanguarda. Procura nas ruas, nos locais para espetáculos convencionais e não-convencionais, que uma vila inteira seja simultaneamente acolhedora e acolhida.

Artes

Museus de Évora promovem “Noites de Verão”

Eventos começam hoje

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Imagem: evoraticket

Entradas têm valor fixo.

“Objetivo é dar a conhecer museus locais.”

O Turismo do Alentejo, juntamente com a Rede de Museus de Évora procura valorizar da cidade e o seu património, assim como dar a conhecer diferentes equipamentos culturais, as suas coleções e atividades. Graças a esses objetivos, for criada a iniciativa “Noites de Verão”.

No mês e julho, agosto e setembro, numa sexta-feira à escola, será lançado um convite para aparecer em vários espaços culturais e históricos, onde é possível conhecer ou revisitar, livremente ou através de uma visita guiada, o legado patrimonial.

Começa hoje, 23 de julho, pelas 19h30. As propostas deste dia passam por visitas à exposição do Convento dos Remédios, Museu do Relógio, à mostra do Centro de Arte e Cultura ou ao MADE – Museu do Artesanato e do Design.

De referir que a Rede de Museus de Évora assume-se como “fator de sustentabilidade e de desenvolvimento local e regional, seguindo uma orientação mais abrangente que visa, a partir do entendimento do património cultural como recurso estratégico, contribuir para a convergência da cidade e do concelho com os padrões de desenvolvimento e de coesão europeus, mas também para a candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027.” segundo o comunicado.

Para cumprir este objetivo, foi criado um bilhete único, o Évora Ticket, comum a vários espaços integrados na Rede, através do qual é possível visitar locais emblemáticos por um valor fixo. Apesar de, em virtude da pandemia, a venda de bilhetes estar suspensa prevê-se a reativação em setembro.

Museus incluídos:

Megalithica Ebora/Convento dos Remédios; Museu do Artesanato e do Design (MADE); Museu do Relógio; Casa Nobre e Ruínas da Rua de Burgos; Igreja do Salvador; Centro de Arte e Cultura; Casas Pintadas; Coleção de Carruagens; Palácio Duques de Cadaval; Centro Interativo de Arqueologia/Palácio do Vimioso; Colégio do Espírito Santo e Palácio de Dom Manuel

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!