Últimas:
Estação da MeteoAlentejo em Grândola. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Estação da MeteoAlentejo em Grândola.

É a quarta estação no Alentejo Litoral

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

MeteoAlentejo

“Grândola é a quarta estação no Alentejo Litoral”

Na sequência do plano de expansão da rede meteorológica “MeteoAlentejo”, foi instalada nos últimos dias a sua 26ª estação meteorológica no Alentejo nomeadamente em Grândola, sendo assim a quarta estação no Alentejo Litoral.

À semelhança de outras já instaladas, este equipamento vai disponibilizar em tempo real o estado do tempo em Grândola, concretamente a temperatura, humidade, precipitação, vento, pressão atmosfera, sendo que poderá ainda ser observado o céu através da webcam instalada.

Esta instalação resulta de um protocolo estabelecido entre a MeteoAlentejo e a Câmara Municipal de Grândola

Atualmente tem em funcionamento 26 estações instaladas em Serpa, Beja, Amareleja, Mértola, Moura, Almodôvar, Castro Verde, Aljustrel, Vidigueira, Barrancos, Sines, Vila Viçosa, Mourão, Évora, Redondo, Estremoz, Portalegre, Campo Maior, Marvão, Alcácer do Sal, Santiago do Cacém e Grândola.

Recorde-se que a MeteoAlentejo trata-se de uma Associação sem fins lucrativa, que diariamente presta um serviço público, disponibilizado informações meteorológicas no sitewww.meteoalentejo.pt

Justiça

Juiz Ivo Rosa levanta arresto da propriedade da ex mulher de Sócrates, em Montemor o Novo.

Em causa o Monte das Margaridas propriedade de Sofia Fava.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arresto levantado ao Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo.

” Operação Marquês “

No despacho instrutório, proferido na sexta-feira, o juiz Ivo Rosa ordenou o levantamento imediato do arresto de vários bens imóveis dos arguidos, designadamente o Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo, adquirido pela ex-mulher de Sócrates Sofia Fava.

“Tendo em conta a decisão de não pronúncia relativamente aos crimes ora em causa, quanto aos saldos bancários apreendidos e bens imóveis arrestados, verifica-se que não existem indícios que as quantias e bens imóveis em causa são produto dos crimes de corrupção passiva de titular de cargo político imputados ao arguido José Sócrates”, lê-se no despacho.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!