Siga-nos

Sociedade

Chuva de regresso ao Litoral e Baixo Alentejo

Os períodos de chuva ou aguaceiros, mais frequentes e intensos na região Sul.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: MeteoAlentejo
Chove esta quinta feira em parte do Alentejo

“Previsão aponta para chuva no Litoral e Baixo Alentejo”

Segundo o site MeteoAlentejo esta quinta-feira marca o regresso da chuva ao Alentejo.

Uma depressão aproxima-se pelo sudoeste do nosso país originando períodos de chuva ao longo do dia, em geral fraca, podendo ser por vezes moderada no Alentejo Litoral e Baixo Alentejo.

O IPMA também confirma chuva para a região Sul assim como uma pequena descida da temperatura mínima nas regiões Norte e Centro.

Céu geralmente muito nublado, tornando-se gradualmente pouco nublado nas regiões Norte e Centro a partir do meio da manhã, e na região Sul a partir do meio da tarde.

Períodos de chuva ou aguaceiros, mais frequentes e intensos na região Sul.

Vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante oeste, soprando moderado a forte (30 a 40 km/h) nas terras altas, em especial a partir do meio da tarde.

Com MeteoAlentejo e IPMA

Agricultura

APORMOR ‘repudia’ intenção da ministra da agricultura

Associação repudia intenção do Governo em criar uma Direção-Geral dependente do Ministério do Ambiente para a sanidade e bem-estar animal

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A APORMOR associa-se a todas as organizações que já manifestaram o repúdio pela intenção do Governo de criar uma Direção-Geral dependente do Ministério do Ambiente para o bem-estar dos animais de companhia, satisfazendo, parcialmente, uma exigência de um dos seus apoiantes, o PAN.

Dizemos parcialmente, porque este partido político exige que também os animais de produção sejam abrangidos.

“APORMOR repudia intenção do Governo de criar uma Direção-Geral dependente do Ministério do Ambiente para a sanidade e bem-estar animal”

Segundo a APORMOR em comunicado “O Mundo Rural mobilizou-se, quase em uníssono, contra esta intenção de tirar aos técnicos da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) a gestão do bem-estar animal e entregá-la aos políticos, neste caso e neste contexto a pessoas que, dizendo-se defensores dos animais e da natureza, são as que mais atentam contra as leis naturais que têm garantido, ao longo dos séculos, a coexistência entre as espécies animais, incluindo a humana.

E esta vida em comum na natureza tem tido, nas últimas décadas, o apoio indispensável da DGAV e das Direções-Gerais que a antecederam, não só na sanidade animal, mas também na aplicação de regras de bem-estar animal, que todos os produtores pecuários compreendem e acatam. “

Segundo adianta esta associação de produtores sediada em Montemor -o-Novo “Esta Direção Geral, apesar da intenção deliberada por parte da Tutela de a ir desativando, não substituindo os funcionários que se reformam, nem dotando os que restam com os meios mínimos necessários, a começar pelos transportes, para que possam cumprir a sua missão, ainda dispõe de técnicos e outros funcionários que todos os dias fazem milagres para que a saúde pública e animal sejam asseguradas, dentro das condicionantes existentes.”

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!