Siga-nos

Agricultura

Esporão vai andar ‘mais devagar’

‘Mais. Devagar.’ vem cimentar o percurso que o Esporão tem feito para construir uma empresa melhor e mais sustentável. É igualmente uma reflexão sobre o propósito da empresa e uma contribuição para mitigar os problemas que afectam o mundo, cada vez mais apressado e menos humano.

Avatar

Publicado

em

A nova campanha do Esporão inicia um novo ciclo na comunicação da empresa e das suas marcas. Desenvolvida pela agência holandesa KesselsKramer, a campanha é protagonizada por colaboradores do Esporão e pretende promover o debate na sociedade sobre a necessidade de abrandar nos dias de hoje.

Catarina Santos, Directora de Marketing do Esporão, explica que “Esta campanha é um desafio a todos nós, questionando a obsessão da sociedade moderna em querer fazer tudo mais depressa.

Quando, pelo contrário, abrandar traz-nos mais felicidade. No Esporão seguir o ritmo da natureza na nossa produção é algo que já nos guia. Para nós, devagar é melhor”. Este desafio fica explicito no Manifesto da marca e é resumido na sua  nova assinatura: ‘Slow Forward’, em inglês e ‘Mais. Devagar.’ em português.

Catarina Santos, acrescenta ainda que: “é uma campanha genuína na sua mensagem e na sua forma. Os colaboradores do Esporão deram literalmente a cara e a agência KesselsKramer ajudou-nos a contar a nossa história.”

Esta campanha surge no seguimento de um estudo realizado pela Universidade Católica Portuguesa sobre o ‘Slow Lifestyle em Portugal’, que foi apresentado no CCB a par de uma TALK com a voz mundial do Slow, Carl Honoré. A campanha, internacional e multimeios, é complementada com relações públicas e produção de conteúdos em diversas plataformas – redes sociais e até um site próprio www.maisdevagar.com

Mais. Devagar.’ vem cimentar o percurso que o Esporão tem feito para construir uma empresa melhor e mais sustentável. É igualmente uma reflexão sobre o propósito da empresa e uma contribuição para mitigar os problemas que afectam o mundo, cada vez mais apressado e menos humano.

Gijs van Den Berg, Director criativo da KesselsKramer, releva que para eles “é muito importante que a história que contamos seja genuína. Precisa de ser baseada no verdadeiro carácter da marca. ‘Mais. Devagar.’ não é um sentimento vazio, é uma filosofia que sustenta tudo o que o Esporão faz. Quisemos inspirar os outros a acreditar no poder do Slow, tanto quanto o Esporão acredita.”

MANIFESTO

Vivemos no tempo da pressa. Crescemos depressa. Trabalhamos depressa.

Comemos, bebemos, dormimos depressa.

Esquecemos depressa o que vemos depressa. E quando lemos, lemos depressa.

Amamos depressa. Fartamos depressa. E quando não enviamos emojis, escrevemos dprs.

Depressa não é para a frente. É só… urgente.

Depressa é à pressa.

Nós somos da terra do devagar.

Devagar tem outro sabor. Devagar é melhor.

Devagar tem respeito.

Devagar é um talento, e vai longe.

Sim, vivemos no tempo da pressa. Mas se tudo o que fizermos for para ontem, o que acontece a hoje e ao amanhã?

Há várias maneiras de andar para a frente. Esta é a nossa.

Esporão.

Mais. Devagar.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Agricultura

Canadianos vão produzir canábis medicinal em Reguengos de Monsaraz.

A plantação neste novo local de cultivo ao ar livre foi realizada com sucesso em julho e a colheita está prevista para o outono.

TDS noticias

Publicado

em

A Tilray, empresa canadiana, e a Herdade do Esporão alcançaram um acordo para a produção de canábis medicinal na Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz.

Em maio de 2019, a Tilray Portugal recebeu a sua licença de fabricação e certificação inicial de GMP, permitindo que a empresa fabricasse e exportasse canábis seca com certificação GMP como substância ativa para produtos médicos.

“O Esporão fornecerá no local suporte operacional e técnico a uma equipa de especialistas da Tilray, incluindo horticultores, produtores e gestores de qualidade”, segundo a nota divulgada esta quarta-feira.

Neste novo local de cultivo serão realizados o crescimento, a colheita e a secagem de materiais de canábis medicinal que depois serão transportados para Cantanhede para processamento, produção e distribuição em toda a Europa e outros mercados internacionais.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Agosto 2019
S T Q Q S S D
« Jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul